Início > Vídeos

Vídeos

Webinar | Via Verde Coronária

O INEM promoveu mais um webinar dirigido a todos os profissionais da emergência médica pré-hospitalar, desta vez dedicado à Via Verde Coronária.

Decorrida no passado dia 22 de julho, a sessãoabordou o funcionamento e importância da Via Verde Coronária e de que forma é que o iTEAMS, a ferramenta de registo clínico desenvolvida pelo INEM, pode melhorar a atuação clínica dos meios de emergência pré-hospitalar nestas situações.

Webinar | Como agir em caso de intoxicação?

O Centro de Informação Antivenenos (CIAV) do INEM participou num webinar organizado pelo projeto Foz Côa Mais Perto, que teve como objetivo dar respostas sobre quais os primeiros socorros em caso de picadas de insetos, ingestão de produtos tóxicos e outras situações passiveis de causar intoxicações.

As médicas do CIAV Filomena Carichas e Teresa Teixeira promoveram esclarecimentos sobre quais os primeiros-socorros a ter em caso de picadas por insetos, repteis e também por contacto com plantas ou pesticidas.

Webinar | Via Verde Sépsis

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) promoveu um webinar dirigido a todos os profissionais da emergência médica pré-hospitalar sobre a Via Verde Sépsis, no passado dia 24 de junho.

Neste webinar, foi abordada a importância desta patologia bem como da respetiva Via Verde. Foi também demonstrado de que forma a Sépsis deve ser sinalizada no iTEAMS, a ferramenta de registo clínico do INEM, e quais as vantagens desta sinalização para a melhoria da atuação clínica dos meios de emergência pré-hospitalar.

Situações de emergência nas pessoas com coagulopatias congénitas ou outras doenças raras

A Comissão Nacional de Hemofilia, a Direção-Geral da Saúde e a Associação Portuguesa de Hemofilia e de outras Coagulopatias Congénitas (APH) juntaram-se ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) num webinar que pretendeu sensibilizar a comunidade do pré-hospitalar para as situações de urgência/emergência nas pessoas com coagulopatias congénitas ou outras doenças raras.

Estima-se que, em Portugal, existam cerca de 2.400 pessoas com coagulopatias congénitas. Em situações de urgência ou emergência, e de acordo com a Norma nº 017/2018 da Direção-Geral da Saúde (DGS), estas devem ser encaminhadas para a unidade hospitalar onde regularmente são acompanhadas ou para a unidade hospitalar mais próxima que disponibilize tratamento específico com fatores de coagulação.