Destaques

Prémio Nacional de Saúde 2021

Encontra-se a decorrer, até ao dia 30 de setembro, a apresentação de candidaturas para a edição de 2021 do Prémio Nacional de Saúde.

Este prémio, criado por Despacho Ministerial em 21 de março de 2006, é atribuído todos os anos pela Direção-Geral da Saúde no dia 4 de outubro, data da comemoração da sua criação em 1899.

Devido à atual situação de pandemia, o prazo de apresentação de candidaturas foi alargado até 30 de setembro de 2021.

O Prémio Nacional de Saúde visa distinguir anualmente, pela relevância e excelência, no âmbito das Ciências da Saúde, nos seus aspetos de promoção, prevenção e prestação de cuidados de saúde, uma personalidade que tenha contribuído, inequivocamente, para a obtenção de ganhos em saúde ou para o prestígio das organizações de saúde no âmbito do Serviço Nacional de Saúde.

Fonte: SNS

Ler Mais
Um em cada quatro portugueses já recebeu a primeira dose da vacina

Um em cada quatro portugueses já recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19, o que representa mais de 2,5 milhões de pessoas, de acordo com os dados hoje divulgados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o relatório semanal da vacinação, 915.246 já têm a vacinação completa com as duas doses, o que equivale a 9% da população.

No total, já foram administradas 3.483.599 doses de vacinas desde que se iniciou o plano de vacinação contra a covid-19 em 27 de dezembro de 2020, indicam os dados da DGS.

Por grupos etários, 93% dos idosos com mais de 80 anos já receberam a primeira dose (632.941) e 82% (557.022) já concluíram a vacinação.

Na faixa entre os 65 e os 79 anos, 71% (1.137.503) também já tomou a primeira dose da vacina, percentagem que cai para apenas 7% (117.416) no que se refere à segunda toma.

O terceiro grupo mais vacinado é o das pessoas entre os 50 e os 64 anos, no qual 19% (400.759) foi vacinado com a primeira dose e 4% (88.720) tem a vacinação completa contra a covid-19, adianta ainda o relatório.

Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região com mais vacinas administradas, com um total de 1.152.640, seguindo-se o Norte com 1.149.332, o Centro com 682.393, o Alentejo com 206.816, o Algarve com 129.979, a Madeira com 91.293 e os Açores com 68.047.

Desde o final de 2020, Portugal já recebeu 4.218.420 vacinas, tendo sido distribuídas pelos postos de vacinação do país e pelas regiões autónomas da Madeira e dos Açores 3.581.288 doses.

Fonte: SNS

Ler Mais
Portugal é o país da UE com menos mortes diárias por milhão de habitantes

Portugal voltou hoje a não registar qualquer morte por Covid-19. É a quarta vez desde o início da pandemia, em março de 2020, e a terceira em duas semanas que Portugal não tem registo de mortes relacionadas com a doença.

O primeiro dia sem registo de óbitos ocorreu em 3 de agosto de 2020, o segundo foi em 26 de abril e o terceiro na passada sexta-feira, dia 30 de abril.

Segundo o site de estatísticas Our World in Data, Portugal é atualmente o país da União Europeia (UE) com menos mortes diárias atribuídas à Covid-19, nos últimos sete dias por milhão de habitantes e o segundo com menos casos.

Com uma média de 39,72 novos casos diários por milhão de habitantes nos últimos sete dias, Portugal só está atrás da Finlândia, que apresenta uma média de 36,72 para o mesmo indicador.

No que toca à média de mortes com Covid-19 por milhão de habitantes nos últimos sete dias, Portugal tem a média móvel mais baixa, com 0,17 óbitos.

No resto da União Europeia, Chipre é o país com maior média de novos casos diários (656,14 por milhão de habitantes), seguido da Suécia (498,78), Lituânia (439,91), Croácia (436,62) e Países Baixos (400,68).

Em todo o mundo, Uruguai é o país com mais de um milhão de habitantes em situação pior neste indicador, com 724,91 novos casos diários por milhão de habitantes nos últimos sete dias, seguido do Bahrain (665,51), Chipre, Cabo Verde (518,77) e Suécia.

A média da UE está em 222,85 novos casos diários por milhão de habitantes, enquanto a média mundial se situa em 104,11 nesse indicador.

Dos países da UE, a Hungria está em pior situação na média diária de mortes com covid-19 por milhão de habitantes nos últimos sete dias, com 17,41, seguida da Bulgária (12,03), Croácia (11,41), Polónia (10,01), Eslováquia (7,09) e Grécia (6,11).

A média mundial neste indicador está em 1,71 e a da UE em 4,46.

Taxa de vacinação

Dos Estados-membros da UE, é Malta que tem a taxa de vacinação completa da população mais alta (24,51%), mas trata-se de um país com menos de um milhão de habitantes.

A Hungria tem 21,5% da sua população completamente vacinada, seguida da Lituânia (11,17%), Itália (10,34%) e Eslovénia (10,27%).

No entanto, Portugal tem 8,9% da população completamente vacinada, abaixo da média da UE, que está em 9,11%, de acordo com os dados do site Our World in Data.

Fonte: SNS

Ler Mais