[video_lightbox_youtube video_id=”iggkBQj12Cs” width=”1280″ height=”720″ anchor=”Veja aqui em Direto”]

25 Cuidados básicos para um barbecue saudável este verão

A Direção-Geral da Saúde (DGS) volta este ano a alertar para os cuidados a ter ao grelhar peixe ou carne no carvão, um dos grandes prazeres nos dias de verão porque nunca é demais sublinhar alguns cuidados para impedir riscos para a saúde.

 

Esta forma de cozinhar ao ar livre, permite juntar a família e os amigos em torno de um preparado culinário já clássico nos dias grandes de férias. Saudável e ao mesmo tempo divertido. Contudo, são necessários alguns cuidados básicos para evitar consumo de partes carbonizadas, potencialmente tóxicas e contaminações alimentares desnecessárias em plenas férias.

 

 

Conheça 25 cuidados básicos para um grelhar saudável:

 

  1. Evite sair para as compras com o carro já quente. Nos dias de compras planeie a viagem. E estacione em lugar fresco.
  2. Se comprar para congelar, verifique se a arca ou congelador estão limpos e preparados para receber o que aí vem.
  3. Se tiver uma lista longa, deixe para o final a compra de carne ou peixe.
  4. Peça para limpar o peixe e, se for caso disso, para escalar na peixaria. Verifique se o peixe é lavado no final da operação. Feche bem o saco.
  5. Separe o frango (de maior risco microbiológico) de outras carnes. Tenha cuidado com os sucos da carne. Não os deixe pingar para outros alimentos. Feche bem as embalagens.
  6. Guie diretamente para casa. Se a viagem for superior a meia hora leve uma arca para a carne e para o peixe. Envolva com material para arrefecer.
  7. Ao chegar a casa, lave primeiro as mãos. Depois separe de imediato em embalagens lavadas. Lave as mãos entre cada operação.Congele o que não vai utilizar nos próximos 1-2 dias.
  8. Descongele no frigorífico, no refrigerador e não ao ar livre.
  9. Se puser a marinar, em particular nos dias mais quentes, deixe a marinar no refrigerador.
  10. Só retire do frio para grelhar na hora e na quantidade certa. Evite tocar em carne a grelhar e na carne que está no frio.
  11. Lave as mãos antes e depois de meter a carne ou o peixe a grelhar.
  12. Os utensílios e a bandeja que contactarem os alimentos em cru não devem contactar os alimentos cozinhados.
  13. Ao grelhar verifique se a carne ou o peixe não estão crus no interior e cozinhados por fora. Especial cuidado deve ser dado ao frango e aves. Cozinhe sempre bem estes alimentos.
  14. Nunca grelhe parcialmente para aquecer depois, ou, dar depois um acabamento. Faça todo o processo de uma só vez e leve de imediato para a mesa.
  15. Peça a um ajudante para ir levando à medida que vai grelhando. E peça aos convidados para não fazerem cerimónia. Ao esperar, não só a comida arrefece como aumenta o risco de contaminação. Algumas pessoas preparam primeiro a comida para as crianças e depois a dos adultos.
  16. Enquanto grelha está exposto ao calor excessivo. Proteja-se, afaste o grelhador de zonas sensíveis e não use roupa inflamável. Beba água fresca e hidrate-se. Caso aprecie, deixe a merecida cerveja ou bebida alcoólica para a refeição. Assim reduz o risco de acidente (mais frequente do que pensa).
  17. Faça um fogo bem distribuído por todo o grelhador. Distribua bem e não poupe no carvão. Só ponha a comida a grelhar quando já não tiver chama  visível. Assim reduz o risco de carbonizar.  Em particular quando grelha peixe ou carne com gordura visível.
  18. Afaste o grelhador de zonas onde possa existir risco de incêndio, vigie sempre o fogo, evite fagulhas, tenha uma manta e água por perto e em abundância.
  19. Consumir regularmente carne carbonizada ou muito grelhada pode aumentar o risco de certos tipos de cancro. Evite as chamas. Retire a maioria das gorduras visíveis antes de grelhar carne e tente manter a pele do peixe intacta ao longo do processo, retirando-a durante a refeição.
  20. Salgue só no momento de grelhar utilizando sal grosso. Evite o excesso de sal que por vezes acontece com uma salga prévia e com sal muito refinado.
  21. Tenha ao seu lado água para aspergir se as chamas aparecerem.
  22. Faça uma boa salada para acompanhar as carnes ou o peixe. Tempere com azeite q.b. e ervas aromáticas e tente reduzir a quantidade de sal. Será uma excelente e saudável opção de acompanhamento.
  23. Pode também optar por grelhar alguns legumes (pimentos, tomates, beringelas, alho francês…). Lembre-se de no final, retirar a pele queimada, tanto aos legumes como ao pescado e carne.
  24. O barbecue permite fazer uma sobremesa doce, saudável e uma excelente companhia para a carne e os vegetais. Batata doce! Lave e coloque logo no inicio, afastada do fogo mais forte e vá virando. No final retire a pele.
  25. Para finalizar em perfeição e se tiver um termómetro para alimentos, aqui ficam as temperaturas adequadas para uma confeção segura do ponto de vista microbiológico.

 

Fonte: DGS / Programa Nacional de Promoção da Alimentação Saudável

A sua opinião

    *

    *

    *



    *

    e *
    :

    *

    *

    Acreditação de Entidades para Proporcionar Formação

    De acordo com a legislação em vigor, compete ao Departamento de Formação em Emergência Médica (DFEM) acreditar entidades externas ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). Este processo encontra-se certificado desde 2010, de acordo com a Norma ISO 9001:2008 e faz parte do Sistema de Gestão da Qualidade do INEM.

     

    O alargamento da rede de centros de formação acreditados em emergência médica por forma a disseminar esta competência ao maior número possível de profissionais de saúde e de cidadãos, aumentando o seu empowerment e, consequentemente, a sua capacidade de intervenção em situações críticas é um dos objetivos do INEM.

     

    Neste sentido, de forma a constituir um instrumento facilitador do processo de acreditação, foi criada e desenvolvida uma plataforma informática, acessível através do link direto //acreditacao.inem.pt/, que permite não só ao Instituto analisar e validar processos de candidatura submetidos por entidades externas como às próprias entidades gerirem o seu próprio processo.

     

    Para dar início ao processo de Acreditação de Entidades, deverá a entidade consultar no final deste separador os documentos de apoio a este processo, nomeadamente, o Regulamento Geral de Acreditação (RGA) e os Dossiers de Acreditação (DA), específicos para as valências em vigor.

     

    As entidades atualmente acreditadas podem ser identificadas no separador anexo a esta informação.

     

    Como informação adicional, evidenciamos o crescimento significativo do número de entidades acreditadas (EA) a partir de 2010 até final de 2015, em uma ou mais valências, incluindo.

     

     

    Download de documentos:

     

    Regulamento Geral de Acreditação

    Donwload PDF

     

    Declaração de Consentimento

    Donwload PDF

     

    Dossier de Acreditação para Formação em SBV

    Donwload PDF

     

    Dossier de Acreditação para Formação em SBV-DAE

    Donwload PDF

     

    Dossier de Acreditação para Formação em SAV

    Donwload PDF

     

    Dossier de Acreditação para Formação em SIV

    Donwload PDF

     

    Dossier de Acreditação para Formação em TAS

    Donwload PDF

     

    Dossier de Acreditação para Formação em TAT

    Donwload PDF

     

     

    Associação Recreativa Cultural e Desportiva (ARCD) do INEM organiza Festa de Natal 2019

    É já no próximo dia 21 de dezembro que irá ser realizada a festa de natal organizada pela ARCD do INEM.

     

    Uma das atividades organizadas pela a ARCD para os mais pequenos é o Musical Infantil “Viagem pelo Corpo Humano”, uma peça de teatro que irá estar presente no Casino de Lisboa, no Parque das Nações.

     

    Assim, a todos os que quiserem assistir a esta peça terão, até às 24h00 do próximo dia 13 de dezembro, de realizar a sua inscrição junto da ARCD, por forma a que estes possam adquirir os bilhetes. É importante referir o número de adultos e de crianças.

     

    As inscrições devem ser feitas no secretariado do Centro de Informação Antivenenos (CIAV) com a nossa colega Anabela Galego, pelo telefone 213 303 271 – ext.: 20103, ou para o endereço de correio eletrónico anabela.galego@inem.pt.

     

    Será o último dia em que a peça está em cena e, como tal, o risco de esgotar a bilheteira está presente!

    E porque o natal é das nossas crianças, não deixe para amanhã o que pode fazer hoje!

     

    Inscreva-se!

    Chegou o teu novo Cartão INEM!

    Chegou o teu novo Cartão INEM!

    Exclusivo a funcionários, mais seguro e moderno, com marca de autenticidade, tecnologia de proximidade e muitas vantagens! Da saúde à ocupação dos tempos livres, aproveita as condições especiais, ofertas e descontos que os vários parceiros te oferecem.

    Tem em atenção as condições de utilização de cada um e se tiveres dúvidas clica aqui para consultares todos os protocolos (acessível apenas através da intranet do INEM).

     

    Aproveita as vantagens de quem salva vidas! ?

    AquaShow Tempo Livre

    50% na entrada
    15% a 20% no alojamento
    OFERTA da entrada no dia de aniversário

    Faro | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Saúde e bem-estar | Alojamento

    25% em massagens
    20% em tratamentos alternativos

    Todo o país | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Saúde e bem-estar

    20% sob a tabela disponível no protocolo

    Lisboa | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Saúde e bem-estar

    OFERTA de avaliação morfológica
    OFERTA do Dia de tratamento de corpo
    35% em tratamentos personalizados

    Todo o país | Agendar aqui | conhecer

    Mecânica

    15% em peças Bosch nas oficinas AutoCrew

    Todo o país| Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Saúde e bem-estar

    30% em óculos graduados
    20% em lentes de contacto e óculos de sol
    10% em produtos de manutenção e acessórios

    Lisboa | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Seguros

    OFERTA de mensalidades no Seguro de Vida
    20% em Seguros de Acidentes Pessoais
    10% em Seguros Multi-Riscos Habitação

    Todo o país | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Saúde e bem-estar

    30% no pack de depilação permanente
    15% no tratamento de beleza
    OFERTA de uma sessão de fotodepilação

    Todo o país | Agendar aqui | conhecer

    Saúde e bem-estar

    25% em todos os produtos
    OFERTA de consulta de Optometria / Contactologia

    Todo o País | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Saúde e bem-estar

    5,50€/semana em livre trânsito
    2 bebidas por dia
    OFERTA de consulta de nutrição a cada 3 meses

    Condições extensíveis até 3 familiares
    Todo o país | Inscrição aqui | conhecer

    Saúde e bem-estar

    10% em alguns produtos e serviços
    Oferta do serviço de entrega

    Lisboa | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Alojamento

    >60€ no quarto single com pequeno-almoço
    >70€ no quarto de casal com pequeno-almoço

    Lisboa | Reserva pelo e-mail reservas@hotelroma.pt| conhecer

    Tempo Livre

    15% em workshops para crianças

    Todo o país | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Tempo Livre

    OFERTA da entrada de criança (limitado ao stock anual)

    Lisboa | Contactar GMC através do e-mail inem@inem.pt| conhecer

    Saúde e bem-estar

    €6,9/semana em livre trânsito

    Condições extensíveis a todos os familiares diretos
    Lisboa | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Saúde e bem-estar

    20% em consultas de podologia

    Condições extensíveis a todos os familiares diretos
    Lisboa | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Comunicações

    800 217 918 Linha de Apoio dedicada

    Descontos sazonais exclusivos
    Todo o país | Gestor de Conta Carla Marques +351 963 938 171 | conhecer

    Tempo Livre

    30% nas Escape Rooms de Lisboa
    20% nas Escape Rooms do Porto

    Usa o código #INEMESCAPE na reserva online
    Lisboa e Porto | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Saúde e bem-estar

    OFERTA da primeira consulta
    20% em tratamentos de medicina dentária
    10% em todos os outros tratamentos

    Lisboa | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Saúde e bem-estar

    ACESSO LIVRE ao ginásio do Pavilhão Municipal
    ACESSO LIVRE à piscina municipal

    Moimenta da Beira | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Saúde e bem-estar

    OFERTA da inscrição
    -29€/mês em livre trânsito

    Lisboa, Almada, Faro | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Saúde e bem-estar | Alojamento

    10% em tratamentos
    20% em serviços de bem estar, estética e beleza
    20% no alojamento com pequeno almoço

    Canas de Senhorim | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Restauração

    30% na subscrição do ZOMATO Gold
    Condições extensíveis a todos os familiares diretos

    Todo o país | Apresentar cartão de funcionário | conhecer

    Bom, bom era termos um protocolo com…
    Partilha as tuas propostas! Envia para inem@inem.pt ?
    E se…?

    • O meu cartão não estiver disponível? Foram produzidos apenas os cartões dos funcionários com foto. Contacta o DRGH para concluir o teu processo.
    • Os dados estiverem errados? Se os dados estiverem errados o cartão deve ser devolvido ao DGRH para ser substituído.
    • Eu gostasse mesmo de ter outra foto? Agora é que te lembras? …enviámos vários e-mails a propor que atualizasses a tua foto!
    • Eu tiver uma grande ideia para um possível parceiro? Partilha-a connosco para inem@inem.ptsendo certo que não só algumas entidades não estão disponíveis para protocolo, como por vezes as condições que oferecem não são suficientemente vantajosas ou não se enquadram nas condições legais.
    • Eu tiver dificuldades em usufruir das condições? Os protocolos são integralmente disponibilizados para consulta. Mais transparente não podia ser, pelo que se por algum motivo estiveres a ter dificuldades contacta-nos (inem@inem.pt).
    • Eu adorar estas oportunidades? Partilha fotos connosco da tua experiência para mostrarmos a todos! ?

    COVID-19

    INEM – Instruções de Trabalho: COVID-19

     

    Normas e Orientações da Direção-Geral da Saúde

    Orientações e Circulares Informativas

     

    Normas e Circulares Normativas

     

    • Norma nº 002/2020 de 16/03/2020 – Infeção por SARS-CoV-2 (COVID-19) – Cuidados post mortem, autópsia e casas mortuárias
    • Norma nº 001/2020 de 16/03/2020 – COVID-19: Primeira Fase de Mitigação – Medidas Transversais de Preparação

     

    Circular Informativa

     

    • Circular Informativa DGS/INFARMED de 05/03/2020 – Orientação sobre o reforço imediato de stocks no Serviço Nacional de Saúde para COVID-19 de Medicamentos, Dispositivos Médicos e Equipamentos de Proteção Individual

     

    Informações

     

    • Informação nº006/2020 de 28/02/2020 – COVID-19: Recomendações para eventos públicos e eventos de massas. REVOGADA. Substituída pela Orientação nº 007/2020 de 10/03/2020.
    • Informação nº005/2020 de 27/02/2020 – Cidadãos regressados de uma área com transmissão comunitária ativa do novo coronavírus
    • Informação nº004/2020 de 23/02/2020 – Novo Coronavírus, COVID-19 – Áreas afetadas – Itália
    • Informação nº003/2020 de 20/02/2020 – Recomendações para viajantes
    • Informação nº002/2020 de 18/02/2020 – Cidadãos regressados da China ou de áreas afetadas
    • Informação nº001/2020 de 18/02/2020 – Medidas sociais para pessoas regressadas da China ou de áreas afetadas

     

    Diário da República: COVID-19

     

    Legislação COVID-19

    • Decreto n.º 2-A/2020 – Diário da República n.º 57/2020, 1º Suplemento, Série I de 2020-03-20
      Presidência do Conselho de Ministros
      Procede à execução da declaração do estado de emergência efetuada pelo Decreto do Presidente da República n.º 14-A/2020, de 18 de março
    • Lei n.º 1-A/2020 – Diário da República n.º 56/2020, 3º Suplemento, Série I de 2020-03-19
      Assembleia da República
      Medidas excecionais e temporárias de resposta à situação epidemiológica provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 e da doença COVID-19
    • Despacho n.º 3485-C/2020 – Diário da República n.º 56/2020, 1º Suplemento, Série II de 2020-03-19
      Trabalho, Solidariedade e Segurança Social – Gabinetes dos Secretários de Estado Adjunto, do Trabalho e da Formação Profissional e da Segurança Social
      Determina a suspensão de ações de formação ou atividades previstas nos projetos enquadrados nas medidas ativas de emprego e reabilitação profissional devido ao encerramento de instalações por perigo de contágio pelo COVID-19
    • Decreto do Presidente da República n.º 14-A/2020 – Diário da República n.º 55/2020, 3º Suplemento, Série I de 2020-03-18
      Presidência da República
      Declara o estado de emergência, com fundamento na verificação de uma situação de calamidade pública
    • Resolução da Assembleia da República n.º 15-A/2020 – Diário da República n.º 55/2020, 3º Suplemento, Série I de 2020-03-18
      Assembleia da República
      Autorização da declaração do estado de emergência
    • Despacho n.º 3427-A/2020 – Diário da República n.º 55/2020, 1º Suplemento, Série II de 2020-03-18
      Defesa Nacional, Administração Interna, Saúde e Infraestruturas e Habitação – Gabinetes dos Ministros da Defesa Nacional e da Administração Interna, da Ministra da Saúde e do Secretário de Estado Adjunto e das Comunicações
      Interdita o tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal de todos os voos de e para países que não integram a União Europeia, com determinadas exceções
    • Despacho n.º 3427-B/2020 – Diário da República n.º 55/2020, 2º Suplemento, Série II de 2020-03-18
      Administração Interna – Gabinete do Ministro
      Suspensão das atividades letivas e não letivas e formativas presenciais no âmbito da COVID-19
    • Declaração de Retificação n.º 11-B/2020 – Diário da República n.º 53/2020, 2º Suplemento, Série I de 2020-03-16
      Presidência do Conselho de Ministros – Secretaria-Geral
      Retifica o Decreto-Lei n.º 10-A/2020, de 13 de março, da Presidência do Conselho de Ministros, que estabelece medidas excecionais e temporárias relativas à situação epidemiológica do novo Coronavírus – COVID-19, publicado no Diário da República, 1.ª série, 1.º suplemento, n.º 52, de 13 de março de 2020
    • Despacho n.º 3300/2020 – Diário da República n.º 52-B/2020, Série II de 2020-03-15
      Saúde – Gabinete da Ministra
      Medida de caráter excecional e temporário de restrição do gozo de férias durante o período de tempo necessário para garantir a prontidão do SNS no combate à propagação de doença do novo coronavírus
    • Despacho n.º 3301/2020 – Diário da República n.º 52-B/2020, Série II de 2020-03-15
      Saúde – Gabinete da Ministra
      Regras em matéria de articulação entre a assistência à família e a disponibilidade para a prestação de cuidados, como forma de garantir a continuidade da resposta do Serviço Nacional de Saúde (SNS)
    • Despacho n.º 3301-A/2020 – Diário da República n.º 52-B/2020, 1ºSuplemento, Série II de 2020-03-15
      Economia e Transição Digital, Administração Interna e Saúde – Gabinetes do Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, do Ministro da Administração Interna e da Ministra da Saúde
      Determina a suspensão de toda e qualquer atividade de medicina dentária, de estomatologia e de odontologia, com exceção das situações comprovadamente urgentes e inadiáveis
    • Despacho n.º 3301-B/2020 – Diário da República n.º 52-B/2020, 1º Suplemento, Série II de 2020-03-15
      Infraestruturas e Habitação – Gabinete do Secretário de Estado das Infraestruturas
      Medidas excecionais e temporárias relativas à suspensão do ensino da condução e da atividade de formação presencial de certificação de profissionais como forma de combate à situação epidemiológica do novo coronavírus – COVID-19
    • Despacho n.º 3301-C/2020 – Diário da República n.º52-B/2020, 2º Suplemento, Série II de 2020-03-15
      Presidência do Conselho de Ministros, Economia e Transição Digital, Negócios Estrangeiros, Finanças, Defesa Nacional, Administração Interna, Justiça, Modernização do Estado e da Administração Pública, Planeamento, Cultura, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Educação, Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Saúde, Infraestruturas e Habitação, Coesão Territorial, Agricultura e Mar – Gabinetes do Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, do Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, da Ministra de Estado e da Presidência, do Ministro de Estado e das Finanças, dos Ministros da Defesa Nacional e da Administração Interna, das Ministras da Justiça e da Modernização do Estado e da Administração Pública, do Ministro do Planeamento, da Ministra da Cultura, dos Ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da Educação, das Ministras do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e da Saúde, do Ministro das Infraestruturas e da Habitação, das Ministras da Coesão Territorial e da Agricultura e do Ministro do Mar
      Adota medidas de caráter extraordinário, temporário e transitório, ao nível dos serviços de atendimento aos cidadãos e empresas, incluindo os serviços consulares fora do território nacional, no âmbito do combate ao surto do vírus COVID-19
    • Despacho n.º 3301-D/2020 – Diário da República n.º 52-B/2020, 2º Suplemento, Série II de 2020-03-15
      Economia e Transição Digital, Administração Interna, Saúde, Ambiente e Ação Climática e Infraestruturas e Habitação – Gabinetes do Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, do Ministro da Administração Interna, da Ministra da Saúde e dos Secretários de Estado da Mobilidade e das Infraestruturas
      Determina a adoção de medidas adicionais de natureza excecional para fazer face à prevenção e contenção da pandemia COVID-19
    • Despacho n.º 3301-E/2020 – Diário da República n.º 52-B/2020, 2º Suplemento, Série II de 2020-03-15
      Saúde – Gabinete da Ministra
      Delega nos dirigentes máximos, órgãos de direção ou órgãos de administração, dos órgãos, organismos, serviços e demais entidades, incluindo o setor público empresarial do Ministério da Saúde, a competência para autorizar a contratação de trabalhadores para a constituição de vínculos de emprego a termo, pelo período de quatro meses, tendo em vista o reforço de recursos humanos necessário à prevenção, contenção, mitigação e tratamento da pandemia COVID-19
    • Portaria n.º 71/2020 – Diário da República n.º 52-A/2020, Série I de 2020-03-15
      Economia e Transição Digital
      Restrições no acesso e na afetação dos espaços nos estabelecimentos comerciais e nos de restauração ou de bebidas
    • Declaração de Retificação n.º 11-A/2020 – Diário da República n.º 52-A/2020, 1º Suplemento, Série I de 2020-03-15
      Economia e Transição Digital
      Retificação à Portaria n.º 71/2020, sobre restrições no acesso e na afetação dos espaços nos estabelecimentos comerciais e nos de restauração ou de bebidas
    • Portaria n.º 71-A/2020 – Diário da República n.º 52-A/2020, 1º Suplemento, Série I de 2020-03-15
      Trabalho, Solidariedade e Segurança Social
      Define e regulamenta os termos e as condições de atribuição dos apoios imediatos de caráter extraordinário, temporário e transitório, destinados aos trabalhadores e empregadores afetados pelo surto do vírus COVID-19, tendo em vista a manutenção dos postos de trabalho e mitigar situações de crise empresarial
    • Decreto-Lei n.º 10-A/2020 – Diário da República n.º 52/2020, 1º Suplemento, Série I de 2020-03-13
      Presidência do Conselho de Ministros
      Estabelece medidas excecionais e temporárias relativas à situação epidemiológica do novo Coronavírus – COVID 19
    • Resolução do Conselho de Ministros n.º 10-A/2020 – Diário da República n.º 52/2020, 1º Suplemento, Série I de 2020-03-13
      Presidência do Conselho de Ministros
      Aprova um conjunto de medidas relativas à situação epidemiológica do novo Coronavírus – COVID 19
    • Despacho n.º 3219/2020 – Diário da República n.º 50/2020, Série II de 2020-03-11
      Saúde – Gabinete da Ministra
      Aquisição imediata, por todas as unidades hospitalares do Serviço Nacional de Saúde e do Ministério da Saúde, dos medicamentos, dispositivos médicos e equipamentos de proteção individual, para reforço dos respetivos stocks em 20%
    • Despacho n.º 3186-B/2020 – Diário da República n.º 49/2020, 1º Suplemento, Série II de 2020-03-10
      Saúde – Direção-Geral da Saúde
      Cria, na dependência da diretora-geral da Saúde, enquanto autoridade de saúde nacional, a Linha de Apoio ao Médico (LAM), sediada na Direção-Geral da Saúde
    • Despacho n.º 2875-A/2020 – Diário da República n.º 44/2020, 1º Suplemento, Série II de 2020-03-03
      Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e Saúde – Gabinetes das Ministras do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e da Saúde
      Adota medidas para acautelar a proteção social dos beneficiários que se encontrem impedidos, temporariamente, do exercício da sua atividade profissional por ordem da autoridade de saúde, devido a perigo de contágio pelo COVID-19
    • Regulamento n.º 255-A/2020 – Diário da República n.º 55/2020, 2º Suplemento, Série II de 2020-03-18
      Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos
      Aprova o Regulamento Que estabelece Medidas Extraordinárias no Setor Energético por Emergência Epidemiológica Covid-19
    • Resolução do Conselho de Ministros n.º 10-B/2020 – Diário da República n.º 53/2020, 1º Suplemento, Série I de 2020-03-16
      Presidência do Conselho de Ministros
      Repõe, a título excecional e temporário, o controlo documental de pessoas nas fronteiras no âmbito da situação epidemiológica provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 e da doença COVID-19

    COVID-19 | INEM registou 2.225 transportes e efetuou 526 colheitas de amostras entre 12 a 18 de abril

    O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e os seus parceiros dos Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM) realizaram, de 12 a 18 de abril, 2.225 transportes de utentes com suspeita de infeção com SARS- CoV-2. No mesmo período, as Equipas de Enfermagem de Intervenção Primária (EEIP) do INEM recolheram 526 amostras biológicas para análise à COVID-19.


    Na semana em análise, os meios de emergência pré-hospitalar do SIEM realizaram 2.225 transportes de utentes com suspeita de infeção por SARS-CoV-2. Os meios afetos à Delegação Regional do Norte (DRN) efetuaram 836 transportes, os meios da Delegação Regional do Sul (DRS) 851 e os meios afetos à Delegação Regional do Centro (DRC) 430. Na Delegação Regional do Sul – Algarve foram registados 108 transportes de utentes com suspeita de infeção com o novo coronavírus. Importa recordar que, de acordo com as normas em vigor, a definição de caso suspeito de COVID-19 é qualquer situação de falta de ar (dispneia) triada pelos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM.


    No que diz respeito à recolha de colheita de amostras para análise à COVID-19, as EEIP do INEM contabilizaram na semana em análise 526 serviços. Em termos geográficos, coube à equipa afeta à DRS a maioria das recolhas realizadas, com um total de 396 amostras para análise. Seguiram-se as equipas da DRN, com 72 amostras, a da DRC com 33 e a da DRS-Algarve que contabilizou 14 amostras na mesma semana.


    Quanto à situação epidemiológica no Instituto, o INEM tinha registo, a 18 de abril, de um trabalhador com diagnóstico de COVID-19 e seis trabalhadores em isolamento profilático/vigilância.


    O INEM aproveita a oportunidade para reforçar que os comportamentos individuais são fundamentais na reposta e controlo da pandemia de COVID-19. Não descurar o distanciamento físico, o uso de máscara de proteção, a lavagem frequente e correta das mãos e a adoção de etiqueta respiratória são os passos essenciais para travar a COVID-19!


    Se apresentar dificuldade respiratória, febre, tosse, alterações ou ausência no paladar e/ou olfato, ligue SNS24 – 808 24 24 24.


    Em caso de emergência ligue 112.
    Colabore com o INEM. Juntos podemos salvar vidas e travar a COVID-19.

    Em Direto

    [video_lightbox_youtube video_id="TJm5zSZjzQY" width="1000" height="667" anchor="Veja aqui a emissão em direto"]

    Gestos que Salvam! - Cuidados a ter com o calor: Queimaduras Solares

    É com o calor que grande parte da população goza as suas férias e as idas à praia são muito frequentes. O INEM deixa-lhe alguns conselhos para prevenção de queimaduras solares nesta época do ano.

    As queimaduras solares são provocadas pela exposição ao sol, por períodos maiores ou menores, dependendo da hora do dia e também do tipo de pele de cada um, apresentando consequências nefastas para a saúde. Assim o INEM aconselha:

    • Evite a exposição solar entre as 11h30 e as 16h30;
    • A melhor proteção é a sombra e o vestuário. Aplique um protetor solar com índice de proteção elevada, com especial atenção para as crianças que habitualmente necessitam de índices de proteção maiores;
    • Os bebés, crianças e idosos: não devem ser expostos ao sol a horas críticas, ou por longos períodos, nem devem ser sujeitos a temperaturas altas, porque para além das queimaduras solares, existe o risco de desidratação. Para evitar que desidratem, dê-lhes a beber regularmente água e sumos naturais não açucarados;
    • Não adormeça ao sol: movimente-se e refresque-se regularmente;
    • Tenha em consideração que mesmo nos dias nublados os raios UV podem provocar queimaduras solares expressivas (os vulgares “escaldões”);
    • Coma fruta fresca e legumes e ingira líquidos não alcoólicos para evitar a desidratação.

    A emergência médica começa em si. Colabore com o INEM. Juntos, podemos salvar vidas!

    INEM é a primeira entidade certificada em Portugal de acordo com o Manual de Acreditação de Unidades de Urgência e Emergência

    O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) recebeu hoje, dia 5 de fevereiro, a Certificação de Nível Bom atribuído pelo Comité de Certificação do Departamento da Qualidade na Saúde, da Direção Geral da Saúde, tornando-se assim a primeira entidade a receber em Portugal este reconhecimento externo.

     

    Esta certificação seguiu o modelo adotado pelo Ministério da Saúde Português para a Acreditação de acordo com o Manual de Standards de Unidades de Urgência e Emergência e abrange a totalidade da atividade operacional de emergência médica do INEM, designadamente dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) e dos meios de emergência operados diretamente pelo Instituto.

     

    O modelo ACSA Internacional assenta em caraterísticas que orientam a sua atividade no sentido de promover e garantir a qualidade e a melhoria contínua dos serviços de saúde. O Manual de Standards de Unidades de Urgência e Emergência está estruturado em cinco pilares básicos – o cidadão como centro do sistema de saúde; a organização da atividade centrada na pessoa; os profissionais; os processos de suporte; e os resultados – e onze critérios que pretendem valorizar:

     

    • a pessoa como sujeito ativo;
    • a acessibilidade e continuidade assistencial;
    • a informação clínica;
    • a gestão por processos assistenciais;
    • a promoção da saúde e qualidade de vida;
    • direção e planeamento estratégico;
    • os profissionais;
    • os processos de suporte;
    • os resultados.

     

    Em todas estas áreas o INEM demonstrou, em cerca de 12 meses, evidência de cumprimento da totalidade dos standards obrigatórios. Com esta certificação, o INEM vê assim reconhecido o seu esforço constante de melhoria contínua, nomeadamente na sua atividade principal de prestação de cuidados de emergência médica pré-hospitalar.

     

    O processo de certificação pelo Manual de Standards de Unidades de Urgência e Emergência concorre para a qualidade dos cuidados prestados aos cidadãos apresentando uma metodologia de trabalho que visa impulsionar as Unidades de Urgência e Emergência para a implementação de processos de gestão, garantia da qualidade e de melhoria contínua.

    Infarmed - Risco de embolia pulmonar em medicamento para artrite reumatóide

    Risco de embolia pulmonar em medicamento para artrite reumatóide.

     

    O Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde alertou, através de circular informativa, que após análise dos resultados preliminares de um estudo para avaliação do risco cardíaco ou circulatório do medicamento Xeljanz foi identificado um aumento do risco de embolia pulmonar associado ao aumento da dose.

     

    Este medicamento está autorizado, na União Europeia, para o tratamento de adultos com artrite reumatóide moderada a grave, artrite psoriática e colite ulcerosa moderada a grave. A posologia aprovada para a artrite reumatóide e artrite psoriática é de 5 mg duas vezes ao dia; para a colite ulcerosa, o tratamento inicial é de 10 mg duas vezes ao dia.

     

    O estudo acima mencionado, ainda em curso e que não se encontra a decorrer em Portugal, é realizado em doentes com artrite reumatóide, com idade igual ou superior a 50 anos e historial de problemas cardíacos ou circulatórios, em comparação com medicamentos inibidores do fator de necrose tumoral. Os resultados preliminares deste estudo revelaram um aumento do risco de embolia pulmonar em doentes que tomaram 10 mg de tofacitinib duas vezes ao dia.

     

    Durante a avaliação dos resultados preliminares do estudo e da necessidade de implementar alguma ação regulamentar, os doentes com artrite reumatóide, inseridos no estudo e que se encontrem em tratamento com Xeljanz com a dose de 10mg duas vezes por dia, irão ter a sua dose reduzida para 5mg duas vezes por dia até ao final do estudo.

     

    Assim, e até que a avaliação do estudo esteja concluída, a Agência Europeia do Medicamento (na sigla inglesa, EMA) e o Infarmed recomendam:

     

    Profissionais de saúde

    • No tratamento da artrite reumatóide Xeljanz (tofacitinib) deve ser prescrito na dose de 5 mg, duas vezes ao dia;
    • Os doentes em tratamento com tofacitinib devem ser monitorizados para deteção dos sinais e sintomas de embolia pulmonar e alertados para a necessidade de referenciação caso apresentem alguns destes sintomas;
    • A Pfizer em articulação com a EMA e com o Infarmed, iniciou a divulgação de uma comunicação dirigida aos profissionais de saúde com informação sobre os resultados preliminares do estudo e das atuais recomendações relativas ao tratamento.

     

    Doentes

    • Não deve interromper o tratamento ou alterar a dose de Xeljanz sem falar com o seu médico;
    • Se apresentar dificuldades respiratórias, dor no peito ou na parte superior das costas, tosse com sangue, transpiração excessiva ou pele azulada deve consultar imediatamente um médico.

     

    A EMA e o Infarmed continuarão a acompanhar e a divulgar todas as informações pertinentes relativas a esta matéria.

     

    Para saber mais, consulte: Infarmed > Circular informativa n.º 065/CD/550.20.001 de 27/03/2019

     

    Fonte: SNS

    Monkeypox: Emergência de saúde pública

    A Direção-Geral da Saúde (DGS) afirmou que Portugal já adotou as medidas fundamentais para responder à Monkeypox, um surto que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a decretar, no dia 23 de julho, a emergência de saúde pública internacional.


    A nível nacional “já estão implementadas as medidas fundamentais” para responder ao surto que surgiu a 3 de maio, com confirmação laboratorial dos primeiros cinco casos, e que já resultou em 588 pessoas infetadas. A declaração da OMS “não implica muito mais do que aquilo que está a ser feito”, explicou Margarida Tavares, porta-voz da DGS para o surto da Monkeypox em Portugal, citada pela agência Lusa.


    Apesar de Portugal ser um dos países do mundo mais afetados pela Monkeypox, em termos do número de casos diagnosticados, “o que temos assistido é um número constante semanal e até com uma tendência ligeiramente decrescente”, salientou a médica, acrescentando que Portugal não está numa “situação de enorme alarme”.


    A OMS declarou o surto de Monkeypox como uma emergência de saúde pública de preocupação internacional, o nível mais alto de alerta, quando estão notificados mais de 16 mil casos em 75 países.

    Obrigado INEM – "Além do profissionalismo e competência, uma abordagem extremamente humana e calorosa"

    Na madrugada de hoje, dia 24, acordei com dor no peito que irradiava para o braço.

     

    Temendo um enfarte, contactámos o INEM para saber como proceder. Fomos atendidos por uma equipa que se deslocou à Avenida de Pádua e que, além do profissionalismo e competência, teve uma abordagem extremamente humana e calorosa que nos deixou surpreendidos e extremamente gratos.

     

    Nos momentos difíceis, ser tratado desta forma, por uma equipa jovem, reforça-nos a esperança num mundo melhor…

     

    Está de parabéns a equipa, com um futuro que só pode ser promissor. E está de parabéns o INEM por trabalhar com pessoas desta índole!
    Muito obrigado!

     

     

    Manuel Pedrosa

     

     

    Intervieram nesta ocorrência e estão de parabéns os(as) seguintes profissionais do INEM:

     

    Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU):
    Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar: Raúl Lopes (CODU Sul) e Paulo Rebelo (CODU Sul)

     

    Ambulância de Emergência Médica Lisboa 4:
    Técnicas de Emergência Pré-Hospitalar: Ana Rosa e Liliana Carvalho

    Obrigado INEM – “O nome da psicóloga é Sílvia. E devo dizer que no pior momento da minha vida ela fez a diferença”

    Venho por este modo expor e agradecer aos serviços envolvidos numa chamada minha para o 112, no dia 3 de julho findo, entre as 16;30 e as 17 horas +/-. E demorei um mês, porque só hoje consigo escrever sobre o assunto e  como não sabia onde e como, resolvi fazê-lo desta maneira.

     

    Como disse, no dia 3 de julho, ao chegar a casa depois do trabalho, encontrei o meu marido (companheiro de 34 anos de vida) morto na cama.  Tinha 53 anos. Pormenores não vêm aqui ao caso, mas aparentemente faleceu de coração, ainda durante a manhã, depois de eu sair para ir trabalhar.

     

    Chamei o INEM, que para quem está aflito, parece sempre uma eternidade, mas à distância de um mês, não demoraram mais de 10 minutos. Foi por volta das 17 horas e devo dizer que a equipa que veio aqui a casa, desde bombeiros, médico, enfermeira e porque o meu marido já tinha falecido há algum tempo, a polícia também veio, foram todos tão atenciosos, profissionais, compreensivos, humanos não só comigo, mas com a minha filha e mãe que entretanto chegaram.

     

    Mas quero LOUVAR e ENALTECER a equipa de psicólogos , que o médico e tenho pena de não saber o nome dele, (porque também ele foi de uma grande sensibilidade) pediu para vir aqui a casa.

     

    O nome da psicóloga é Sílvia. E devo dizer que no pior momento da minha vida ela fez a diferença. Não só comigo, mas com todos os presentes que estavam cá em casa e nessa altura já tinha também amigos e sobrinhos comigo.  Falou com todos à vez e sem pressas.

     

    Ajudou-nos a dar a notícia à minha outra filha que estava na Austrália ( a viver sozinha e durante a madrugada de lá).  Com a minha mãe, de 82 anos. Com a minha filha mais velha que chegou a casa mais ou menos na altura que eu também cheguei e que tinha acabado de chamar o INEM.

     

    Devo dizer que a Psicóloga Sílvia, depois desse dia, todas as semanas nos telefona para saber como estamos.  Ouve-nos, dá-nos uma palavra de consolo. Poderão dizer que é o trabalho dela. Mas não é só. Vai muito além do trabalho dela.

     

    Por isso faço este louvor aos vossos serviços. É com pessoas assim que o nosso país vai para a frente.

     

    Bem hajam a todos os serviços que mencionei antes (sem exceção), mas em particular ao médico e à Psicóloga Silvia.

    Muitos parabéns pelo vosso serviço e mais uma vez muito obrigada por tudo, que infelizmente o principal não puderam resolver (que era salvar o meu marido).

     

    Luísa Santos

     

    Intervieram nesta ocorrência os seguintes profissionais do INEM e dos Bombeiros Voluntários de Alcochete:

     

    Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU):

    Técnicos(as) de Emergência Pré-Hospitalar: Filipa Carvalho (CODU Sul), Ricardo Almeida (CODU Sul), Raquel Inácio (CODU Sul), Paulo Gonçalves (CODU Sul) e Carla Veloso (CODU Sul)

    Centro de Apoio Psicológico e Intervenção em Crise (CAPIC): Psicóloga Sara Rosado (CODU Centro)

     

    Viatura Médica de Emergência e Reanimação Barreiro/Montijo

    Médico António Gandra e Enfermeiro Rui Silva

     

    Unidade Móvel de Intervenção Psicológica em Emergência (UMIPE), Delegação Regional do Sul, Lisboa

    Psicóloga Sílvia Campino

    Técnico de Emergência Pré-Hospitalar Pedro Lagos

     

    Bombeiros Voluntários de Alcochete:

    Ambulância – Bombeiro(a): Nuno Antunes e Rute Martins

    Equipa de apoio – Bombeiros: João Batista, Válter Pereira, Hugo Borges e Alexandre Tavares

    Obrigado INEM – “Sei que o vosso tempo não é igual ao nosso tempo mas na eternidade da minha espera senti-me acompanhada”

    O episódio ocorreu no dia 12/08. Fui encontrar a minha mãe caída na casa de banho inanimada e a fazer um barulho que para mim foi difícil de esquecer.

     

    Liguei para o 112 às 09h12m, a técnica que estava a falar comigo foi fantástica, não desligou até chegar a equipa médica e tentou sempre manter-me calma. Relativamente à equipa médica, foram fantásticos tanto no socorro à minha mãe como nas explicações que me deram, principalmente sobre o ruído que eu não conseguia esquecer.

     
    Mais uma vez um muito obrigada. Sei que o vosso tempo não é igual ao nosso tempo mas na eternidade da minha espera senti-me acompanhada.

     
    Informo também que a minha mãe, após 10 dias de internamento, já está em casa, em recuperação (…).
    Grata por tudo.

     

    Fernanda Gateira

     

     

    Intervieram nesta ocorrência e estão de parabéns os seguintes profissionais do INEM, do Hospital Espírito Santo – Évora e dos Bombeiros Voluntários de Évora:

     

    Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU):
    Técnicas de Emergência Pré-Hospitalar: Ana Lima (CODU Centro) e Carla Azinheira (CODU Sul)

     

    Viatura Médica de Emergência e Reanimação de Évora:
    Médica Ana Sousa
    Enfermeiro Telmo Pequito

     

    Ambulância dos Bombeiros Voluntários de Évora:
    Bombeiros: José Manuel Coelho Ribeiro e Rui Manuel Pinto Afonso

    Obrigado INEM! – “A Operadora do CODU foi muito atenciosa!”

    Quero agradecer à operadora que atendeu a minha chamada por ter sido muito prestável.

    A minha madrinha de 89 anos estava com dor no peito, tonturas entre outros sintomas que referi.

    A Operadora do CODU foi muito atenciosa, não menosprezando, ao contrário do que se costuma dizer, a idade da vítima. Veio ajuda diferenciada (SIV Pombal) e agora está em observação no SU Leiria, com vários diagnósticos entre eles Fibrilhação Auricular.

    Obrigada a toda a equipa, desde o CODU à equipa da SIV Pombal que estava de serviço nessa noite.

    O-B-R-I-G-A-D-A.

    Teresa Zero

     

     

    Intervieram nesta ocorrência os seguintes profissionais do INEM e dos Bombeiros Municipais de Ourém:

     

    Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU)

    Técnicas de Emergência Pré-Hospitalar: Sofia Silva (CODU Porto), Maria Ascenso (CODU Sul), Carina Seabra (CODU Centro), Susana Lopes (CODU Sul) e Carolina Diogo (CODU Centro)

    Médico Regulador Tiago Barros (CODU Sul)

     

    Ambulância de Suporte Imediato de Vida de Pombal

    Técnico de Emergência Pré-Hospitalar Jorge Miguel Batista Gomes

    Enfermeira Andreia Manuela Lopes Parreiras

     

    Bombeiros Municipais de Ourém

    Bombeiras 3ª: Mariana Lopes Vital e Mariana Gomes Ferreira

     

    Plano de Ação para Combater a Resistência aos Antimicrobianos

    No âmbito do novo plano de ação para combater a resistência aos antimicrobianos (RAM), uma ameaça crescente que é responsável por 25.000 mortes e 1,5 mil milhões de prejuízos económicos na UE todos os anos, a Comissão Europeia divulga um novo vídeo informativo.

     

    O aumento da RAM deve-se a vários fatores, entre os quais a utilização excessiva e inadequada de antibióticos nos seres humanos, o uso veterinário excessivo na produção animal e a falta de condições de higiene em contextos de prestação de cuidados de saúde ou na cadeia alimentar.

     

    A falta de conhecimento continua a ser um fator fundamental: 57 % dos europeus não sabem que os antibióticos são ineficazes contra os vírus, 44 % não sabem que são ineficazes contra as constipações e a gripe (Fonte: Eurobarómetro, junho de 2016).

     

    O vídeo agora produzido pretende sensibilizar o público para um conhecimento informado sobre a RAM e dar a conhecer o Plano de Ação para Combater a Resistência aos Antimicrobianos.

     

    Veja aqui o vídeo

     

    Procedimentos concursais Carreira de Técnico Superior 2020

    O recrutamento é circunscrito a trabalhadores com uma relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado, previamente estabelecida, de acordo com o disposto no n.º 3 do artigo 30.º LTFP.
    As candidaturas são apresentadas exclusivamente mediante preenchimento de formulário eletrónico.

     

     

    Protocolos

    O INEM tem vindo a celebrar protocolos de cooperação com empresas/instituições para benefício dos seus trabalhadores, que se traduzem em condições especiais na aquisição de bens e serviços em diversas áreas.

     
    Ao estabelecer estes protocolos, o INEM tem como objetivo disponibilizar informação aos seus trabalhadores de todas as empresas e instituições que manifestem a sua vontade em atribuir-lhes benefícios e condições de mercado mais vantajosas.

     
    Com este tipo de protocolo, o INEM não assume qualquer relação de caráter contratual com os outorgantes, nem de exclusividade ou compromisso de consumo/aquisição.

     
    Se a sua empresa/instituição estiver interessada em celebrar um protocolo connosco, contacte-nos através do endereço de correio eletrónico inem@inem.pt.

    Questionário de Satisfação do Utente

    O INEM no âmbito da missão que lhe foi confiada compromete-se a implementar medidas com vista à melhoria contínua traduzindo uma melhor prestação do serviço público como principal compromisso estabelecido na nossa organização.
     
    A sua opinião é fundamental para que possamos criar novas alternativas e oferecer um serviço cada vez melhor. Para isso, gostaríamos de o convidar a responder a um breve questionário de satisfação sobre os serviços prestados no decorrer de um pedido de auxilio.
     
    Aceda aqui ao Questionário de Satisfação do Utente.

    Sociedade Portuguesa de Cardiologia lança campanha “Sinais do Coração: não deixe a viagem acabar cedo demais”

    A Sociedade Portuguesa de Cardiologia lança campanha com o lema “Sinais do Coração: não deixe a viagem acabar cedo demais” com o intuito de alertar os portugueses para o flagelo da insuficiência cardíaca, uma patologia que afeta cerca de meio milhão de portugueses.

     

    A Sociedade Portuguesa de Cardiologia iniciou mais uma viagem no caminho da literacia em saúde e por um país com uma população mais informada sobre o flagelo da insuficiência cardíaca. Com um coração na sua forma anatómica e gigante a servir de chamariz na Alameda D. Afonso Henriques, em Lisboa, no dia 25 de janeiro e, nos dias 28 e 29, na estação de metro São Sebastião, a campanha marcou assim o seu arranque.

     

    Sob o lema “Sinais do coração. Não deixe a viagem acabar cedo demais“, o objetivo do coração foi representar todos os portugueses que sofrem de insuficiência cardíaca e espelhar a vontade da Sociedade Portuguesa de Cardiologia em contribuir para que o flagelo desta doença diminua, promovendo a informação entre a população, de modo a estimular um diagnóstico precoce da doença.

     

    Segundo a Sociedade Portuguesa de Cardiologia: “A Insuficiência Cardíaca representa a principal causa de internamento hospitalar de pessoas com mais de 65 anos de idade, é um doença subdiagnosticada e cujos sintomas se confundem com sinais do envelhecimento, pelo que são frequentemente negligenciados”.

     

    Nas palavras de João Morais, Cardiologista e Presidente da Sociedade Portuguesa de Cardiologia, “A literacia em saúde é algo muito importante, porque as pessoas só podem prevenir e pensar verdadeiramente sobre a sua saúde, se estiverem devidamente informadas. Esta campanha, tem, por isso, um objetivo fundamental de promover essa literacia e, sobretudo, a relação que existe entre alguns sintomas típicos do envelhecimento e da Insuficiência Cardíaca”. Acrescenta ainda “Queremos que as pessoas, ao identificar os sintomas que geralmente associam ao envelhecimento ou ao aumento de peso, possam saber que pode ser mais do que isso, pelo que devem procurar ajuda médica.”

     

    A insuficiência cardíaca é uma doença que acomete 26 milhões de pessoas em todo o mundo, com uma taxa de mortalidade superior à de alguns tipos de cancro como a leucemia, cancro da mama, próstata e cólon, de acordo com o estudo “The current and future burden of heart failure in Portugal”. O estudo estima que um em cada cinco portugueses irá desenvolver insuficiência cardíaca em algum momento da vida, números estes que apontam para um incremento de 73% na mortalidade por esta patologia nos próximos 20 anos (com 8.112 mortes por insuficiência cardíaca em 2036).

     

    A Insuficiência Cardíaca é uma patologia que se caracteriza pela dificuldade do coração em bombear adequadamente o sangue para o funcionamento do organismo. A Sociedade Portuguesa de Cardiologia alerta para os grupos de risco e principais sintomas associados.

    A insuficiência Cardíaca tem como fatores de risco: ter mais de 65 anos, antecedentes de doença cardiovascular; fumar; consumir drogas; Consumir álcool em excesso;  ter excesso de peso; ser diabético e ter hipertensão arterial.
    Como principais sintomas para esta patologia apresenta sintomas como: cansaço/fadiga; confusão; dificuldade em respirar (dispneia); batimentos cardíacos acelerados (taquicardia); tosse/ pieira; náuseas e aumento de peso e/ ou inchaço dos membros por acumulação de líquidos.

     

    Fonte: Sociedade Portuguesa de Cardiologia