09-08-2022

Comunicação eficaz na transição de cuidados de saúde

A transição de cuidados a utentes deve obedecer a uma comunicação eficaz na transferência de informação entre as diversas equipas envolvidas na prestação de cuidados. Para que neste aspeto a segurança do utente seja efetiva, a comunicação entre os diversos agentes deve ser normalizada. O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) elaborou um vídeo onde explica a utilização da técnica ISBAR, adaptada ao contexto da emergência médica pré-hospitalar, nomeadamente ao momento da transmissão de dados entre as equipas pré-hospitalar e o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU).


De acordo com a Norma nº 001/2017 da Direção Geral da Saúde (DGS), a técnica ISBAR deve ser utilizada por todos os prestadores de cuidados, independentemente do nível de cuidados. A técnica ISBAR é uma mnemónica que pretende, através de forma simples, memorizar toda a informação fundamental a ser transmitida entre equipas prestadoras de cuidados. Esta mnemónica significa:

  • I – Identificação – Identificação e localização precisa dos intervenientes na comunicação (emissor e recetor) bem como do doente a que diz respeito a comunicação;
  • S – Situação atual – Descrição do motivo atual de necessidade de cuidados de saúde;
  • B – (background) Antecedentes – Descrição de factos clínicos, de enfermagem e outros relevantes, diretivas antecipadas de vontade;
  • A – Avaliação – Informações sobre o estado do doente, terapêutica medicamentosa e não medicamentosa instituída, estratégias de tratamento, alterações de estado de saúde significativas;
  • R – Recomendações – Descrição de atitudes e plano terapêutico adequados à situação clínica do doente.


Assista ao vídeo. Comunique de forma eficaz garantindo uma boa passagem de informação!

imagem do post do Comunicação eficaz na transição de cuidados de saúde
Voltar