23-03-2022

Centro de Informação Antivenenos do INEM recebeu 25.574 consultas em 2021

Em 2021, o Centro de Informação Antivenenos (CIAV) recebeu 25.574 consultas telefónicas, menos 1.713 do que no ano anterior. Destas, 24.400 (95,40%) correspondem a uma exposição a um potencial tóxico, correspondendo as restantes 1.174 (4,60%) a pedidos de pareceres técnicos, dados estatísticos ou informações na área da toxicologia.


De acordo com os dados estatísticos do centro médico do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) dedicado à área das intoxicações, a maioria das chamadas recebidas foram referentes a adultos, num total de 15.429 (63%), e 635 envolveram mulheres. Por outro lado, 8.429 consultas envolveram crianças, correspondendo 62% a menores de 5 anos.


Os dados do CIAV mostram também que 6.575 adultos e 3.201 crianças entraram em contacto com produtos químicos de utilização doméstica, nomeadamente a lixívia, que representou 15,86% das exposições, apesar de ter registado um decréscimo relativamente ao ano anterior com menos 312 casos. Por sua vez, os produtos biocidas, aqueles que são utilizados como desinfetantes na higiene humana, tiveram maior expressão nas crianças com 325 casos.


A esmagadora maioria das situações resultaram de uma exposição por via digestiva, correspondente a 80,53% do total, e 9.762 adultos e 5.248 crianças tiveram uma exposição a medicamentos.


Os dados estatísticos indicam que a maior parte dos casos (61,5%) resultou de uma exposição não intencional.


Entre os sintomas apresentados, metade correspondiam ao foro neurológico, seguindo-se o foro digestivo (25%), e em 47,78% dos casos foi possível resolver a situação no local através da chamada telefónica para o CIAV sem necessidade de recorrer a uma unidade de saúde.


O CIAV dá igualmente resposta a situações de intoxicação em animais, representando 1,8% das consultas recebidas no ano passado. No momento do contacto com o CIAV, 12.279 dos casos apresentavam sintomas e a esmagadora maioria (94%) tinham sintomas ligeiros.


O CIAV é o único centro de intoxicações existente em Portugal que recebe chamadas de qualquer ponto do país, percorrendo transversalmente todos os escalões etários e os mais variados produtos ou substâncias. Disponível através do número telefónico gratuito 800 250 250, o CIAV funciona ao longo das 24 horas por dia, todos os dias do ano. Médicos com formação específica na área da toxicologia prestam apoio a profissionais de saúde e ao público em geral em situações relacionadas com a exposição a tóxicos, medidas de prevenção ou qualquer informação na área da toxicologia.

imagem do post do Centro de Informação Antivenenos do INEM recebeu 25.574 consultas em 2021
Voltar