14-06-2021

INEM reforça dispositivo de meios de emergência médica no verão

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) vai reforçar o dispositivo de emergência médica nacional durante os próximos meses, para acautelar e garantir uma resposta eficaz do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM) a situações de acidente ou doença súbita. Este reforço traduz-se no acréscimo de 11 meios de emergência médica.

 

Enquanto entidade responsável pelo SIEM em Portugal continental, cabe ao INEM acompanhar e analisar de forma constante as necessidades reais da população e, sempre que necessário, ajustar ou reforçar os meios de emergência para adequar a capacidade do sistema.

 

Apesar da pandemia por COVID-19, que conduziu a um decréscimo generalizado de turistas, a atual fase de desconfinamento e os movimentos sazonais que tradicionalmente se verificam durante os meses estivais fazem prever um aumento da atividade do SIEM em determinadas áreas geográficas.

 

Deste modo, o INEM desenvolveu um plano de reforço do dispositivo de meios de emergência que se traduz no acréscimo de 11 meios, a operar entre junho e setembro consoante as áreas geográficas e previsões de procura da população.

 

No norte do país, o concelho de Terras de Bouro passará a contar com dois Postos de Emergência Médica (PEM) localizados nos Bombeiros Voluntários (BV) de Terras de Bouro e na delegação da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) de Rio Caldo.

 

Na região centro, estará em funcionamento um PEM na delegação da CVP de Vilar Formoso.

 

Montijo, Grândola e Odemira terão igualmente um reforço da atividade de assistência pré-hospitalar, através de PEM colocados nos BV Canha, BV de Grândola e BV Vila Nova de Mil Fontes.

 

A região algarvia terá ao dispor cinco meios de emergência adicionais, através de PEM localizados em Ferreiras (CVP Silves), Fuseta (CVP Olhão), Almancil (CVP Faro-Loulé) e Albufeira (BV Albufeira), para além da abertura de uma Ambulância de Emergência Médica (AEM) em Tavira.

 

Ainda no Algarve, o INEM vai disponibilizar aparelhos de Desfibrilhação Automática Externa aos BV de Tavira e aos Bombeiros Municipais de Olhão para utilização nas Ilhas Barreira (Tavira e Armona).

 

Tal como nos restantes meses do ano, o INEM irá acompanhar de forma permanente o número de ocorrências e acionamentos, por forma a identificar possíveis ajustamentos no referido dispositivo, em função da procura dos serviços, num ano caracterizado por uma elevada incerteza, tanto ao nível da evolução da COVID-19 como dos efeitos do plano de desconfinamento.

 

O INEM aproveita a oportunidade para recordar uma informação que pode salvar vidas: em caso de emergência ligue 112 e colabore com as autoridades. Lembre-se que os meios de emergência médica pré-hospitalar devem ser apenas utilizados em situações de emergência, ou seja, situações onde exista perigo de vida iminente. No caso de não ser necessário enviar um meio de emergência, as chamadas serão encaminhadas para o SNS 24 – 808 24 24 24 que procederá ao aconselhamento adequado à situação.

imagem do post do INEM reforça dispositivo de meios de emergência médica no verão
Voltar