08-04-2021

Relatório da UE recorda participação do INEM na ajuda humanitária a São Tomé e Príncipe

A Comissão Europeia elaborou um relatório sobre a Ponte Aérea Humanitária (HAB), uma iniciativa que tem levado apoio humanitário a países afetados pela pandemia de COVID-19. O relatório faz uma retrospetiva das missões realizadas entre maio e outubro de 2020, entre as quais a de São Tomé e Príncipe, que contou com a colaboração do INEM.


De acordo com o relatório, Portugal, através da Cooperação Portuguesa, participou em ações humanitárias para apoiar países como São Tomé e Príncipe, Guiné Bissau, Haiti e Venezuela.


No caso de São Tomé, a HAB transportou a 15 de maio de 2020 “20 toneladas de medicamentos e material, ventiladores, equipamento de proteção, teste suprimentos e material de laboratório”. Para além disso, foi enviado material para a construção de um Hospital de Campanha, bem como um conjunto de profissionais de saúde, entre os quais a equipa do INEM. Composta por uma médica, dois enfermeiros e um técnico de logística, a equipa do INEM prestou apoio na montagem e materialização efetiva da estrutura de um Hospital de Campanha e reforçou a capacidade do Hospital Central Ayres de Menezes, nomeadamente através de formação dirigida a médicos e enfermeiros locais.


Mais recentemente, em março de 2021, o INEM operacionalizou o envio de medicamentos e material médico para São Tomé e Príncipe, destinado ao apoio no tratamento dos doentes com COVID-19, bem como na estabilização de doentes críticos.


O INEM integra desde 2019, as equipas EMT certificadas pela Organização Mundial de Saúde, que têm como missão a prestação de cuidados de saúde, garantido os padrões de qualidade definidos pela OMS em cenários de catástrofes, surtos ou outros cenários de emergências médicas.

imagem do post do Relatório da UE recorda participação do INEM na ajuda humanitária a São Tomé e Príncipe
Voltar