COVID-19 | Vacina BioNTech/Pfizer

A Ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou que Portugal conta receber cerca de quatro milhões de vacinas contra a Covid-19 da BioNTech/Pfizer, no segundo trimestre de 2021.

«Relativamente às quantidades de doses da vacina BioNTech/Pfizer no nosso país, aquilo que temos sinalizado para entrega no primeiro trimestre é uma quantidade de doses de cerca de 1,3 milhões, e no segundo trimestre uma quantidade de cerca de quatro milhões», referiu Marta Temido.

A governante ressalvou que «estas quantidades de doses de vacinas da BioNTech/Pfizer são, naturalmente, em relação a alguns dos meses do segundo trimestre, sujeitas a eventual confirmação de entrega e respeitam o princípio da distribuição de acordo com a população de cada país».

Marta Temido lembrou que «Portugal tomou a opção de adquirir todas as quantidades de vacinas que podia adquirir relativamente às vacinas que já estão em fornecimento, exceto em relação à vacina da Moderna, cujo último contrato adicional – não o base, mas o adicional – tinha prazo de entrega que já nos colocava no primeiro trimestre de 2022, e portanto optámos por preterir em detrimento de quantidades de vacinas de outras companhias com um prazo de entrega mais útil para Portugal».

A Comissão Europeia anunciou ontem, dia 16 de março, ter chegado a acordo com a BioNTech/Pfizer para a entrega antecipada de 10 milhões de doses da vacina contra a Covid-19, que estarão assim disponíveis já no segundo trimestre.

Em comunicado, o executivo comunitário explica que estes 10 milhões de doses fazem parte do lote de 100 milhões de doses contemplados no segundo contrato com a BioNTech/Pfizer, cuja entrega estava prevista para o terceiro e quarto trimestres de 2021.

Fonte: SNS

imagem do post do COVID-19 | Vacina BioNTech/Pfizer
Voltar