03-12-2020

Teletrabalho: trabalhadores do INEM consideram regime positivo e de conciliação com vida familiar

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) realizou questionários de satisfação aos trabalhadores que, em 2020, exerceram funções em regime de teletrabalho, para analisar a adaptação e o desenvolvimento de competências profissionais neste contexto.


Em traços gerais, e no que diz respeito aos trabalhadores que desempenham atividades com horário de regime geral, o teletrabalho foi considerado como um fator positivo e que poderá ter uma influência positiva na conciliação da vida profissional com a vida familiar. As maiores vantagens identificadas são a “Proximidade com a vida familiar”, a “Melhoria da qualidade de vida” e a “Redução do tempo consumido na deslocação”. Por seu turno, os participantes identificaram como principais desvantagens os fatores “Trabalha mais ou em excesso” e “Ausência dos Colegas”.


Quanto ao questionário realizado aos profissionais do Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) que desempenharam, igualmente, funções em regime de teletrabalho, os resultados demonstram que, de uma maneira geral, existe uma opinião positiva sobre a implementação deste regime, sendo que a maioria dos trabalhadores abrangidos pelo teletrabalho e que responderam ao questionário afirma preferir esta modalidade de trabalho. Também neste grupo de inquiridos se observou que a principal desvantagem apontada foi o aumento da carga de trabalho. A “Proximidade com a vida familiar” e a “Redução do tempo consumido na deslocação” foram igualmente as duas principais vantagens apontadas.


Em ambos os questionários, foi indicada como uma proposta de melhoria a realização de um estudo sobre o estado da saúde mental dos trabalhadores que se encontram neste regime. Outras das propostas identificadas foram a possibilidade de se adotarem medidas de controlo de desempenho, no caso dos trabalhadores com horário de regime geral, e a realização de um estudo de impacto na atividade dos CODU.

imagem do post do Teletrabalho: trabalhadores do INEM consideram regime positivo e de conciliação com vida familiar
Voltar