SNS preparado para expandir oferta de camas de enfermaria e UCI

O Secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, garantiu hoje que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) está preparado para continuar a expandir a oferta de camas de enfermaria e de Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) para doentes com Covid-19, observando que «a serenidade é, especialmente em momentos de crise, essencial para que a resposta que estamos a dar seja a melhor possível».

 

Na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia, o governante revelou que, a nível nacional, a taxa de ocupação de camas em enfermaria para doentes com Covid-19 é de 72%, registando-se uma maior incidência na região Norte, onde é de 76%.

 

«O aumento de casos verificado nas últimas semanas coloca, e continuará a colocar, uma pressão significativa sobre todo o sistema de saúde e, em particular nesta fase, sobre a saúde pública», afirmou Diogo Serras Lopes.

 

O Secretário de Estado da Saúde observou que, relativamente aos valores registados em abril, se verificam «menores incidências proporcionais» de internamento em enfermaria e também em Unidades de Cuidados Intensivos, bem como uma diminuição do tempo médio de internamento, relativamente a abril e maio.

 
Passados sete meses sobre os primeiros casos registados em Portugal, o Governo considera que o SNS está mais bem preparado, quer ao nível do reforço de recursos humanos profissionais (mais de 5.000, entre os quais 1.700 enfermeiros), e de equipamento, quer na execução do plano outono/inverno, cuja versão consolidada deverá estar disponível no final da semana.

 

Fonte: SNS

imagem do post do SNS preparado para expandir oferta de camas de enfermaria e UCI
Voltar