22-10-2020

COVID-19 | Atividade semanal: INEM realizou, entre os dias 11 e 18 de outubro, 2.566 transportes de casos suspeitos e recolheu 398 amostras biológicas

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) realizou entre os dias 11 e 18 de outubro 2.566 transportes de utentes com suspeita de infeção com SARS-CoV-2. As equipas de colheitas de amostras biológicas para análise à COVID-19 efetuaram, no mesmo período, 398 colheitas. A 18 de outubro, nove trabalhadores do INEM e dois prestadores de serviço estavam diagnosticados com COVID-19.

 

A atividade de transporte de doentes com suspeita de infeção com o novo coronavírus continua a aumentar pela terceira semana consecutiva. Os meios do INEM transportaram 2.566 utentes com sinais e sintomas compatíveis com COVID-19.
Os meios da Delegação Regional do Norte (DRN) do INEM transportaram 1.068 utentes e os meios da Delegação Regional do Sul (DRS) efetuaram 955 transportes às urgências hospitalares. Os meios do INEM na região centro do país efetuaram 448 transportes e no Algarve foram transportados 95 utentes com suspeita de COVID-19.
A definição de caso suspeito de COVID-19 é, entre outros e de acordo com as normas em vigor¸ qualquer situação de falta de ar (dispneia) triada pelos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU).

 

Por seu lado, o trabalho das equipas de enfermagem, responsáveis pela colheita de amostras biológicas para análise à COVID-19, teve um ligeiro decréscimo face à semana anterior. Entre 11 e 18 de outubro foram recolhidas 398 amostras, menos 57 do que na semana anterior. O maior número de colheitas foi efetuado na área de abrangência da DRS do INEM, com 219 colheitas realizadas. A norte, na DRN, foram recolhidas 96 amostras e na Delegação Regional do Centro (DRC) foram realizadas 15 colheitas. A equipa da Delegação Regional do Sul – Algarve realizou uma colheita.

 

A 18 de outubro, o INEM tinha registo de nove trabalhadores e dois prestadores de serviço infetados com SARS-CoV-2. Nessa data, 23 trabalhadores do INEM e um prestador de serviço estavam em isolamento profilático. Três trabalhadores do INEM encontravam-se igualmente sob vigilância, sem necessidade de isolamento profilático. No total, entre trabalhadores e prestadores de serviço infetados, em isolamento profilático e sob vigilância, a Comissão de Controlo de Infeção e Resistência aos Antimicrobianos (CCIRA) do INEM acompanhava 38 profissionais.

 

Reforça-se a importância da adoção das medidas preconizadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS) para travar a COVID-19. O uso de máscara de proteção, o distanciamento físico, a adoção de etiqueta respiratória e a lavagem e desinfeção da mãos são medidas fundamentais em todos os contextos, seja na rua, em momentos de lazer ou no local de trabalho.

 

Se tiver febre, tosse ou dificuldade respiratória ligue SNS24 – 808 24 24 24. Em caso de emergência ligue 112!

Colabore com o INEM. Juntos, podemos salvar vidas!

imagem do post do COVID-19 | Atividade semanal: INEM realizou, entre os dias 11 e 18 de outubro, 2.566 transportes de casos suspeitos e recolheu 398 amostras biológicas
Voltar