23-09-2020

COVID-19 | Atividade Semanal: INEM efetuou 265 colheitas de amostras biológicas e realizou 2.252 transportes de casos suspeitos na terceira semana de setembro

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) realizou, entre os dias 13 e 20 de setembro, 2.252 transportes de utentes suspeitos de infeção por SARS-CoV-2 e efetuou 265 colheitas de amostras biológicas para análise à COVID-19. Estes números refletem um aumento da assistência médica pré-hospitalar prestada pelo INEM  no âmbito da pandemia de COVID-19.

 

O transporte de utentes com sinais e sintomas compatíveis com infeção por SARS-CoV-2 aumentou na última semana, tendo os meios do INEM realizado 2.252 transportes, uma média diária de 281 transportes. A região que registou maior atividade foi aquela afeta à Delegação Regional do Sul (DRS), com 928 transportes efetuados. A Delegação Regional do Norte (DRN) registou 822 transportes, a Delegação Regional do Centro (DRC) 400 e a Delegação Regional do Sul – Algarve, 102.
A definição de caso suspeito de COVID-19 é, entre outros e de acordo com as normas em vigor¸ qualquer situação de falta de ar (dispneia) triada pelos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU). Todos estes transportes obrigam a que os operacionais dos meios de emergência pré-hospitalar adotem medidas especiais de precaução, nomeadamente o uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) adequado e a correta desinfeção da ambulância após a realização do transporte do utente.

 

Entre os dias 13 e 20 de setembro, as equipas de recolha de amostras biológicas efetuaram um total de 265 colheitas para análise. Estas equipas, constituídas por enfermeiros(as), deslocam-se aos locais a pedido das Autoridades de Saúde e realizam as colheitas de amostras biológicas para análise ao SARS-CoV-2. Todo este trabalho é coordenado pela Sala de Situação Nacional (SSN) do INEM. A área da DRS foi a que registou uma maior atividade, com 127 colheitas efetuadas, seguida da DRN, com 113. As equipas da DRC do INEM realizaram 19 colheitas e as equipas da DRS-Algarve, uma colheita.

 

A 20 de setembro, havia registo de um trabalhador e de um prestador de serviços do INEM com infeção por SARS-CoV-2. Ambos os casos encontram-se a ser acompanhados pela Comissão de Controlo de Infeção e Resistência aos Antimicrobianos (CCIRA) do INEM. Seis trabalhadores e um colaborador do INEM encontram-se em isolamento profilático e 64 sob vigilância da CCIRA do INEM.

 

Conter a pandemia COVID-19 depende, sobretudo, de comportamentos individuais. Seguir as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS) é essencial. Manter o distanciamento social, o uso de máscara de proteção, a lavagem e desinfeção frequente das mãos e a adoção de etiqueta respiratória são gestos que cada um deve adotar como regra. Gestos simples e que fazem a diferença na interrupção de cadeias de transmissão.

 

Se tiver febre, tosse ou dificuldade respiratória ligue SNS24 – 808 24 24 24. Em caso de emergência ligue 112.

Colabore com o INEM. Juntos, podemos salvar vidas!

imagem do post do COVID-19 | Atividade Semanal: INEM efetuou 265 colheitas de amostras biológicas e realizou 2.252 transportes de casos suspeitos na terceira semana de setembro
Voltar