01-07-2020

Números semanais COVID-19: mais de 1600 transportes suspeitos e 1000 colheitas de amostras biológicas

Entre os dias 22 e 28 de junho, foram realizados pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) 1.695 transportes de casos suspeitos de infeção por SARS-CoV-2. As equipas do INEM efetuaram também, 1.065 colheitas de amostras para análise à COVID-19.
Os profissionais do INEM permanecem empenhados no esforço conjunto de resposta à pandemia de COVID-19.

 

Na quarta semana de junho foram efetuados 1.695 transporte de utentes com sinais e sintomas compatíveis de infeção por SARS-CoV-2. Comparativamente à semana anterior, realizaram-se mais 189 transportes. Desde o dia 1 março já foram transportados 22.863 casos suspeitos. Recordamos que qualquer situação de falta de ar (dispneia) triada pelos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) é considerada suspeita de COVID-19, tendo os profissionais envolvidos que atuar de acordo com os procedimentos instituídos.

No que diz respeito à recolha de colheitas de amostras para análise à COVID-19, as equipas do INEM efetuaram 1.065 recolhas. Duas colheitas foram efetuadas na área de influência da Delegação Regional do Norte (DRN), 496 foram efetuadas na área da Delegação Regional do Centro (DRC), 433 na Delegação Regional do Sul – Lisboa (DRS – Lisboa) e 114 na Delegação Regional do Sul- Algarve (DRS- Algarve). As equipas de colheitas de material biológico são constituídas por dois enfermeiros(as) que efetuam a recolha de material biológico no local onde se encontram os utentes, reduzindo as deslocações e, consequentemente, a possibilidade de novos contágios.

 

No que concerne a trabalhadores e colaboradores do INEM infetados com COVID-19, dados de 28 junho, mostram-nos que 3 trabalhadores se encontram em isolamento profilático e 14 sob vigilância dos serviços da Comissão de Controlo de Infeção e Resistência aos Antimicrobianos do INEM. A 28 de junho, nenhum trabalhador ou colaborador do INEM se encontrava infetado com SARS-CoV-2.

 

Travar a COVID-19 é uma tarefa de todos. Recordam-se os cuidados gerais que a Direção-Geral da Saúde emitiu para o combate a COVID-19: lavagem frequente das mãos, adoção de Etiqueta Respiratória, manter o distanciamento físico e a utilização de máscara sempre que obrigatório ou se justifique.

 

Colabore!
Em caso de emergência ligue 112!

imagem do post do Números semanais COVID-19: mais de 1600 transportes suspeitos e 1000 colheitas de amostras biológicas
Voltar