04-06-2020

COVID-19 | INEM apoia Autoridades de Saúde em São Tomé e Príncipe

Uma equipa do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) encontra-se em missão em São Tomé e Príncipe desde o passado dia 15 de maio. A pedido do governo são-tomense, os profissionais do INEM integram a resposta de apoio da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da União Europeia ao surto de COVID-19.

 

Ao longo da missão, o trabalho desenvolvido pelos quatro profissionais do INEM consistiu em prestar apoio na montagem e materialização efetiva da estrutura de um Hospital de Campanha. Houve necessidade de avaliar as estruturas já existentes e rever o seu planeamento para que fosse possível definir circuitos com segurança para os profissionais, utentes e restante comunidade.
Foi apresentada ao Ministro da Saúde de São Tomé e Príncipe a nova configuração do Hospital de Campanha, que passou a estar preparada para receber doentes suspeitos de COVID-19.

 

Para além da preparação do Hospital de Campanha, a equipa do INEM ministrou já três cursos sobre ventilação, dirigidos a médicos e enfermeiros tanto do Hospital de Campanha como do Hospital Ayres Menezes, e tem prestado todo o apoio técnico necessário à Direção de Cuidados de Saúde de São Tomé e Príncipe. A Equipa de profissionais do INEM encontra-se simultaneamente a reabilitar e readaptar o Serviço de Cuidados Especiais do Hospital Ayres Menezes.

 

O trabalho em São Tomé e Príncipe mantém-se, em articulação com as entidades deste país, e cumprindo a missão atribuída aos profissionais do INEM pela OMS. O país conta 295 casos confirmados e tem registo de 10 mortes.

 

O INEM integra desde o inicio de 2019 as equipas EMT certificadas pela OMS. Estas equipas têm como missão a prestação de cuidados de saúde, garantido os padrões de qualidade definidos pela OMS em cenários de catástrofes, surtos ou outros cenários de emergências médicas.

 

COVID-19 INEM apoia Autoridades de Saúde em São Tomé e Príncipe1

COVID-19 INEM apoia Autoridades de Saúde em São Tomé e Príncipe2

imagem do post do COVID-19 | INEM apoia Autoridades de Saúde em São Tomé e Príncipe
Voltar