Covid-19 | Vacinação

O Secretário de Estado da Saúde apelou hoje para que os pais não adiem a vacinação das crianças, caso contrário “Portugal pode enfrentar surtos de outras doenças”.

 

“Continuamos em estado de emergência e nunca é demais referir e elogiar a atitude responsável da maioria dos portugueses. Mas não podemos deixar o medo vencer. A vacinação das crianças é crucial. Portugal conseguiu atingir ao longo dos anos elevadas taxas de cobertura vacinal”, disse António Sales, na conferência de imprensa diária de balanço sobre a epidemia, que decorreu no Ministério da Saúde, em Lisboa.

 

No dia em que, pela primeira vez, o número de casos recuperados é superior ao número de óbitos, António Sales apelou à “responsabilidade dos pais”.

 

“Ainda que atravessemos um período e um momento difícil”, os pais não devem adiar a vacinação dos seus filhos sob pena de Portugal enfrentar um surto de outras doenças infeciosas evitáveis e com consequências potencialmente graves mais tarde”, afirmou o Secretário de Estado da Saúde.

 

António Sales acrescentou ainda que “o SNS está preparado para responder”, salientando que “este é um momento de responsabilidade e não de retrocesso nas conquistas coletivas”.

 

Fonte: SNS 

imagem do post do Covid-19 | Vacinação
Voltar