01-03-2020

Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira acreditado pelo INEM para formação em SBV-DAE

O Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira (CHUCB) recebeu, no mês de fevereiro, o Certificado de Entidade Acreditada pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), uma atribuição que lhe permite ser entidade formadora em Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa (SBV-DAE), dando cumprimento a todos os requisitos exigidos no processo de acreditação, desta área formativa referente à emergência médica.

 

A presente formação certificada pelo INEM e a ministrar pelo CHUCB capacitará aos formandos a adotar todos os procedimentos preconizados e recomendações emanadas pelo European Resuscitation Council (ERC), perante uma vítima em paragem cardiorrespiratória (PCR), de forma a diminuir substancialmente os índices de morbilidade e mortalidade associados à PCR e a aumentar, de forma significativa, a probabilidade de sobrevivência da vítima.

 

De acordo com o Manual de SBV-DAE do INEM: “a PCR é um acontecimento súbito, constituindo-se como uma das principais causas de morte na Europa e nos Estados Unidos da América. Afeta entre 55 a 113 pessoas em cada 100 mil habitantes, estimando-se entre 350 mil e 700 mil indivíduos afetados por ano, só na Europa.
A análise efetuada aos equipamentos de DAE utilizados logo após uma paragem cardíaca, indica uma elevada percentagem (76 por cento) de vítimas com um incidente arrítmico particular: Fibrilhação Ventricular. Está demonstrado que a desfibrilhação precoce, realizada entre 3 a 5 minutos após o colapso da vítima, resulta em taxas de sobrevivência de 50 a 70 por cento. Constitui-se assim como fundamental a intervenção rápida de quem presencia uma PCR, com base em procedimentos específicos e devidamente enquadrados pela designada Cadeia de Sobrevivência. A Cadeia de Sobrevivência interliga os diferentes elos, que se assumem como vitais, para o sucesso da reanimação: ligar 112, Reanimar, Desfibrilhar e Estabilizar.”

 

De acordo com a legislação em vigor, compete ao Departamento de Formação em Emergência Médica (DFEM) acreditar entidades externas ao INEM. Este processo encontra-se certificado desde 2010, de acordo com a Norma ISO 9001:2008, e faz parte do Sistema de Gestão da Qualidade do INEM.

 

O alargamento da rede de centros de formação acreditados em emergência médica por forma a disseminar esta competência ao maior número possível de profissionais de saúde e de cidadãos, aumentando o seu empowerment e, consequentemente, a sua capacidade de intervenção em situações críticas, é um dos objetivos do INEM.

 

Para mais informações sobre Acreditação de Entidades para proporcionar formação aceda aqui.
 

Fonte: Jornal Online da UBI, da Região e do Resto

imagem do post do Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira acreditado pelo INEM para formação em SBV-DAE
Voltar