24-10-2019

Obrigado INEM – “Confesso que me faltam palavras, ou todas me parecem tão pequenas para tamanha gratidão que trago no peito“

Na semana passada o nosso pequeno teve mais uma anafilaxia. Foi assistido pelos Bombeiros Voluntários da Lourinhã, Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Torres Vedras e transportado para o Hospital de Santa Maria.

 

Confesso que me faltam palavras, ou todas me parecem tão pequenas para tamanha gratidão que trago no peito.

 

Para vocês pode ser apenas mais um dia de trabalho, para mim mãe é a VIDA do meu filho, todos os “detalhes” contam… a linha de correr bem numa anafilaxia é muito fina… ou corre bem ou corre mesmo muito mal… eu já tinha dado adrenalina quando liguei 112, mas tudo o que fizeram até à chegada do hospital para o levar o mais estável possível, ditou a vida do meu filho.

 

Sabemos que a primeira hora é fundamental. Claro que ele ainda precisou de mais duas adrenalinas já no hospital, mas estava no sitio certo. Com profissionais 10 estrelas.

 

Bom, peço desculpa mas não sei o nome de quem assistiu o meu menino na VMER, era um médico e uma enfermeira.

Gostaria de expressar a minha profunda gratidão. Vocês são os heróis de verdade!!!

 

Têm sido quase 8 anos de luta que o nosso Mateus leva com um sorriso e muitos obrigadas pelo caminho. Está a ser cobaia para encontrar a cura, mas até lá, que nunca falte os meios para lhe salvar a vida.

 

Obrigada daqueles que só uma mãe/pai sabe quão grande é!!! “

 

Sofia Rubina

 

Intervieram nesta ocorrência e estão de parabéns os(as) seguintes profissionais do INEM, do Centro Hospitalar do Oeste e do Corpo de Bombeiros Voluntários da Lourinhã:

 

Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU):
Técnico(as) de Emergência Pré-Hospitalar: Joana Gaspar (CODU Sul), Paulo Antão (CODU Sul) e Marta Pimenta (CODU Centro)

 

VMER de Torres Vedras:
Médico: Manuel Martins
Enfermeira: Cristina Dias

 

Ambulância de Socorro dos Bombeiros Voluntários da Lourinhã:
Bombeiros: Joaquim Gaito e Rodrigo Ribeiro

imagem do post do Obrigado INEM – “Confesso que me faltam palavras, ou todas me parecem tão pequenas para tamanha gratidão que trago no peito“
Voltar