26-08-2019

Gestos que salvam! – o que fazer em caso de queimadura.

As queimaduras são lesões que resultam do contacto com o calor ou frio extremo, substâncias químicas, eletricidade ou radiações. Os acidentes por queimaduras são muito frequentes e na sua maioria consistem em pequenas lesões que não originam grandes complicações.

 

No entanto, algumas queimaduras são potencialmente incapacitantes ou fatais, exigindo um tratamento correto e o mais precoce possível.

 

Algumas queimaduras, em certos locais do corpo humano, podem não só afetar a funcionalidade normal do corpo, como serem fatais. O socorro a estas vítimas resume-se essencialmente ao arrefecimento da queimadura e à prevenção das infeções. As queimaduras estão dividias em três níveis de gravidade.

 

Queimadura 1º grau (Menos grave):

  • Vermelhidão;
  • Calor;
  • Dor.

Queimadura 2º grau (Gravidade moderada):

  • Dor intensa;
  • Bolhas.

Queimadura 3º grau (Mais grave):

  • Pele acastanhada, negra ou branca;
  • Destruição de tecidos;
  • Sem dor.

 

Como atuar?

  • Avalie a situação e garanta as suas condições de segurança;
  • Afaste o agente que provoca a queimadura ou em alternativa a vítima do agente;
  • Lave e arrefeça abundantemente a zona da queimadura com água tépida (se não estiver na presença de um químico que reaja na presença da água) até alívio substancial da dor;
  • Cubra as áreas queimadas com compressas humedecidas com soro fisiológico ou água;
  • Controle a temperatura corporal, a hipotermia pode acontecer depois do arrefecimento;
  • Não remova as roupas se estas estiverem coladas ao corpo da vítima;
  • Não utilize gelo, pasta de dentes, manteiga, azeite, ou outro tipo de produtos para arrefecer ou hidratar a queimadura pois os mesmos poderão agravar as lesões;
  • Caso a queimadura seja ligeira, procure aconselhamento médico.

 

Em caso de emergência, ligue 112

imagem do post do Gestos que salvam! – o que fazer em caso de queimadura.
Voltar