Prevenção de maus tratos

CHUCB promove ações em abril para sensibilizar comunidade.

 

No âmbito do Mês de Prevenção dos Maus Tratos, que se assinala em abril, o Núcleo Hospitalar de Apoio a Crianças e Jovens em Risco do Centro Hospitalar Universitário da Cova da Beira (CHUCB) vai associar-se à campanha «Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância e Adolescência», através da «Campanha do Laço Azul», com o objetivo de sensibilizar e despertar consciências na comunidade para esta problemática.

 

Assim, a partir de 1 de abril, todas as crianças e jovens com idade igual ou inferior a 18 anos, assistidas e/ou acompanhadas nos serviços de urgência, internamento e consultas de Pediatria e Pedopsiquiatria deste centro hospitalar, estão convidadas a participar no concurso intitulado «Esta é a minha Mensagem», através da realização de um desenho ou da redação de uma frase que aborde o tema «Direitos das Crianças e Jovens».

 

Os trabalhos devem ser entregues no secretariado administrativo ou gabinete de enfermagem dos serviços acima referenciados, durante todo o mês de abril.

 

Este ano, a iniciativa conta ainda no CHUCB com a afixação/divulgação de cartazes alusivos ao tema e, no dia 10 de abril, alunos ligados ao projeto «Cidadania e Desenvolvimento» da Escola Secundária Quinta das Palmeiras farão a entrega simbólica de laços azuis e de um flyer com a história do Laço Azul às crianças e adolescentes que se encontrem no hospital, para que a importante mensagem da prevenção dos maus tratos passe, através de uma linguagem que todos entendam.

 

A «Campanha do Laço Azul» tem também a colaboração do Grupo de Voluntariado da Liga dos Amigos do CHUCB.

 

A Campanha do Laço Azul (Blue Ribbon) teve início em 1989, na Virgínia (Estados Unidos da América), quando uma avó, Bonnie W. Finney, amarrou uma fita azul à antena do seu carro para alertar as pessoas da sua comunidade para os maus-tratos de que a sua neta padecia, os quais já tinham morto o seu neto de forma brutal.

 

A cor escolhida, azul, representava as nódoas negras espalhadas pelos pequenos e delicados corpos, servindo como um lembrete constante para a sua luta na proteção das crianças contra os maus tratos.

 

Para saber mais, consulte o site do Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira

 

Fonte: SNS

imagem do post do Prevenção de maus tratos
Voltar