23-10-2018

Atividade operacional em setembro: CODU atendem 3.801 chamadas de emergência por dia

Os Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM atenderam no passado mês de setembro 114.019 chamadas de emergência, uma média de 3.801 chamadas por dia. Os CODU registaram no mesmo período uma descida acentuada do tempo médio de atendimento das chamadas para 12 segundos, continuando a trajetória descendente registada a partir do mês de junho de 2018.

 

Durante o mês de setembro, as chamadas de emergência recebidas nos CODU do INEM resultaram no acionamento de 107.350 meios de emergência médica, uma média de 3.578 acionamentos diários, o que representa um aumento de 7% em relação ao período homólogo de 2017.

 

Outro dado que merece destaque no mês de setembro é o número de chamadas de emergência abandonas na origem, ou seja pelos próprios contactantes, que se situou nas 1.796 chamadas. Para ultrapassar esta situação e com o objetivo de perceber se é necessário ajuda por parte do INEM, os profissionais do CODU recorrem ao serviço de Call Back para devolver a chamada aos utentes. No mês de setembro, 99,2% das chamadas desligadas na origem foram recuperadas por este sistema.

 

Os CODU do INEM são Centrais de Emergência Médica responsáveis pela medicalização do Número Europeu de Emergência – 112.  Os pedidos de ajuda efetuados através do 112, que digam respeito a situações de urgência ou emergência médica, são transferidos para os CODU, competindo a esta Central atender e avaliar os pedidos de socorro recebidos, com o objetivo de determinar os recursos necessários e adequados a cada caso.

 

O funcionamento dos CODU é assegurado, 24 horas por dia, por equipas de Médicos, Técnicos de Emergência Pré-hospitalar e Psicólogos, com formação específica para efetuar o atendimento, triagem, aconselhamento, seleção e envio de meios de emergência médica (ambulâncias e motociclos de emergência médica, viaturas médicas e helicópteros).

Os meios de emergência são selecionados de forma criteriosa, de acordo com a situação clínica das vítimas e com a proximidade e acessibilidade ao local da ocorrência.

 

Os CODU asseguram ainda o acompanhamento das equipas de emergência no terreno, através de informações clínicas recebidas, e selecionam e preparam a receção hospitalar dos doentes, com base em critérios clínicos, geográficos e de recursos da unidade de saúde de destino.

imagem do post do Atividade operacional em setembro: CODU atendem 3.801 chamadas de emergência por dia
Voltar