29-08-2018

Centro Hospitalar de Leiria acreditado pelo INEM já deu formação em Suporte Básico de Vida a 150 profissionais de várias áreas

Sendo a paragem cardiorrespiratória uma das principais causas de morte em todo o mundo, e que o SBV aumenta substancialmente a probabilidade de sobrevivência da vítima quando iniciado nos primeiros minutos após a paragem cardíaca, «é essencial dotar os nossos profissionais de competências para que em qualquer parte dos nossos hospitais possam responder a uma emergência deste género, até que chegue a Equipa de Emergência Médica Intra-hospitalar (EEMI). Acreditamos que este é mais um passo para cimentar a confiança dos utentes no CHL e nos seus profissionais», considera Sandra Cabete, coordenadora do Gabinete de Educação e Formação Permanente do CHL.

 

Dos 13 cursos de SBV ministrados desde janeiro no CHL, participaram 147 profissionais, entre enfermeiros – o grupo profissional com mais participantes, médicos, internos de formação específica e de ano comum, técnicos de diagnóstico e terapêutica e assistentes operacionais.

 

Sandra Cabete informou ainda na nota de imprensa que “as formações de suporte básico de vida são habitualmente dadas em contextos específicos, e a cargo do formando, sendo que dentro de um hospital, apenas nos serviços de Urgência e no serviço de Medicina Intensiva é que há em permanência meios humanos com competência para garantir SBV, sendo ativada a EEMI sempre que se verificam paragens dentro do perímetro do hospital”.

 

Segundo a mesma responsável, com a acreditação, a equipa de formadores “garantiu” mais cem colaboradores aptos a fazer SBV desde que a pessoa entra em paragem cardíaca – que pode ser um utente, um visitante, ou outro profissional, por exemplo -, até que seja prestado o socorro, considerando “extremamente positivo, e que vai ao centro das recomendações da Joint Commission International, que acredita em qualidade e segurança os três hospitais do CHL”.

 

Até ao corrente ano, o CHL garantia as ações de formação em SBV e em Suporte Avançado de Vida através de entidades externas acreditadas. E “com o processo de acreditação do CHL pelo INEM concluído, desde o passado mês de Janeiro a formação é assegurada, internamente, por meios próprios, o que vai permitir rapidamente dar formação a um maior número de colaboradores, constituindo-se assim numa medida preventiva de grande valor e de segurança para qualquer pessoa que circule no interior das diversas unidades deste Centro Hospitalar”, sustenta, no mesmo comunicado aquela unidade hospitalar da cidade.

 

 

De acordo com a legislação em vigor, compete ao Departamento de Formação em Emergência Médica (DFEM) acreditar entidades externas ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). Este processo encontra-se certificado desde 2010, de acordo com a Norma ISO 9001:2008 e faz parte do Sistema de Gestão da Qualidade do INEM.

 

O alargamento da rede de centros de formação acreditados em emergência médica por forma a disseminar esta competência ao maior número possível de profissionais de saúde e de cidadãos, aumentando o seu empowerment e, consequentemente, a sua capacidade de intervenção em situações críticas é um dos objetivos do INEM.

 

Para mais informações sobre Acreditação de Entidades para proporcionar formação aceda aqui.

 

Fonte: Centro Hospitalar de Leiria / Diário de Leiria

 

imagem do post do Centro Hospitalar de Leiria acreditado pelo INEM já deu formação em Suporte Básico de Vida a 150 profissionais de várias áreas
Voltar