18-10-2017

137 profissionais do INEM garantiram apoio aos incêndios nas regiões norte e centro do país

O INEM mobilizou um dispositivo de emergência médica destinado especificamente a garantir o apoio no combate aos incêndios que deflagraram nas regiões norte e centro do país, designadamente nos distritos de Viana do Castelo, Guarda, Viseu, Aveiro, Coimbra e Leiria.

 

Do dispositivo do INEM fizeram parte 137  profissionais, entre Médicos, Enfermeiros, Técnicos de Emergência Pré-hospitalar, Psicólogos, elementos ligados à gestão do dispositivo e à logística. Quanto aos recursos materiais, o INEM mobilizou um total de 53 meios de emergência, entre Helicópteros de Emergência Médica, Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação, Ambulâncias de Suporte Imediato de Vida, Ambulâncias de Emergência Médica e Unidades Móveis de Intervenção Psicológica de Emergência.

 

Outro dos recursos materiais acionado pelo INEM foi a Sala de Situação Nacional. A ativação deste recurso permite, nestas situações, a atuação coordenada de todos os meios do INEM integrados no dispositivo e assegura uma estreita e imediata articulação com as restantes entidades envolvidas na operação.

 

O INEM tem registo de um total de 44 pessoas assistidas mas sem necessidade de encaminhamento a Unidades Hospitalares (24 bombeiros e 20 civis) e 71 feridos ( 51 civis e 20 bombeiros). Há ainda a lamentar 42 vítimas mortais, de acordo com o último balanço oficial da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

 

Relativamente às Unidades Móveis de Intervenção Psicológica de Emergência, o INEM tem, até ao momento, registo de 137 intervenções de apoio psicológico.

imagem do post do 137 profissionais do INEM garantiram apoio aos incêndios nas regiões norte e centro do país
Voltar