Geo INEM

GEO Inem

Medida SIMPLEX + Saúde

 

Descrição da medida:
Desenvolvimento de soluções de georreferenciação integradas com os instrumentos e ferramentas disponíveis nos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) e meios de emergência médica do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM).

 

Prazo de Implementação:
Medida iniciada em 2017 e concluída em julho 2018
Está, no entanto, em curso a implementação de uma nova versão melhorada da cartografia.

 

Enquadramento
Tendo em conta a importância de gerar, proteger e disponibilizar informação segura, fiável e em tempo útil aos intervenientes no processo de prestação de socorro, por forma a alcançar os melhores resultados possíveis com os recursos disponíveis, e considerando que o INEM pode melhorar a sua atividade através de medidas de simplificação na saúde, foi proposto como Medida Simplex + Saúde o Projeto “Geo INEM”.

 

Esta medida tem por objetivo gerar, proteger e disponibilizar informação segura, fiável e em tempo útil aos intervenientes do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM), permitindo: a integração de várias bases de dados, melhorar a gestão estratégica e operacional dos meios de emergência médica, melhorando o serviço público prestado ao cidadão.

 

Ainda que o Número Europeu de Emergência – 112 seja da responsabilidade do Ministério da Administração Interna (MAI), sempre que o motivo da chamada 112 se relacione com a saúde, esta é encaminhada para os CODU do INEM, localizados no Porto, Coimbra, Lisboa e Faro. Dada a importância na articulação entre os Centros Operacionais 112 e os CODU do INEM, nomeadamente na integração de dados e voz que se revestem de uma mais-valia na forma como auxiliam a georreferenciação das chamadas e consequentemente a localização da ocorrência, considera-se que esta Medida Simplex + Saúde vem permitir desenvolver soluções de georreferenciação e de gestão de meios do INEM, com base em protocolos uniformizados e integrados com os instrumentos e ferramentas disponíveis nos CODU e nos meios do INEM.

 

Primeira fase do Projeto, no âmbito da Medida Simplex:
Implementação da gestão integrada de todos os centros operacionais do Serviço 112, abrangendo os 18 distritos, resolvendo-se a questão da georreferenciação do contactante. Neste âmbito, foi operacionalizada a gestão conjunta do sistema de cartografia e georreferenciação entre os utilizadores (MAI e INEM) permitindo a utilização simultânea da mesma versão da aplicação.

 

Migração dos PSAP’s 112 da PSP, para o Centro Operacional Norte e Centro Operacional SUL, melhorando a interoperabilidade entre os sistemas do serviço 112 e o SIADEM e a informação de geolocalização recebida. Esta migração ocorreu no passado dia 5 de abril de 2018.

 

Segunda fase do Projeto, no âmbito da Medida Simplex:
Reforço da atual cartografia usada pelo Sistema Integrado de Atendimento e Despacho de Emergência Médica (SIADEM) do INEM, de informação cartográfica disponibilizada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) bem como de pontos de interesse disponibilizados pelo Instituto GeoEspacial do Exército (IGeOE). Esta nova base cartográfica foi disponibilizada em conjunto ao INEM e MAI, no início de junho de 2018.

 

Atualização das aplicações disponibilizadas nos rádios SIRESP do INEM, por forma a ativar o seu modulo de GPS podendo desta forma disponibilizar a sua localização em tempo real.

 

A par deste processo, o INEM irá integrar as coordenadas dos rádios SIRESP (SIRESP-GL), alocados aos meios INEM no Sistema de Atendimento e Despacho de Emergência Médica dotando deste modo a plataforma com uma ferramenta de gestão operacional dos meios disponíveis. Foi realizado no mês de dezembro de 2017, uma POC (Prova de Conceito) da geolocalização dos Meios INEM no atual sistema SIADEM, recorrendo a informação remetida pelo SIRESP, através do sistema SIRESP-GL. Esta componente entrou em produção em julho de 2018.

Voltar