Obrigado INEM – “O nome da psicóloga é Sílvia. E devo dizer que no pior momento da minha vida ela fez a diferença”

Venho por este modo expor e agradecer aos serviços envolvidos numa chamada minha para o 112, no dia 3 de julho findo, entre as 16;30 e as 17 horas +/-. E demorei um mês, porque só hoje consigo escrever sobre o assunto e  como não sabia onde e como, resolvi fazê-lo desta maneira.

 

Como disse, no dia 3 de julho, ao chegar a casa depois do trabalho, encontrei o meu marido (companheiro de 34 anos de vida) morto na cama.  Tinha 53 anos. Pormenores não vêm aqui ao caso, mas aparentemente faleceu de coração, ainda durante a manhã, depois de eu sair para ir trabalhar.

 

Chamei o INEM, que para quem está aflito, parece sempre uma eternidade, mas à distância de um mês, não demoraram mais de 10 minutos. Foi por volta das 17 horas e devo dizer que a equipa que veio aqui a casa, desde bombeiros, médico, enfermeira e porque o meu marido já tinha falecido há algum tempo, a polícia também veio, foram todos tão atenciosos, profissionais, compreensivos, humanos não só comigo, mas com a minha filha e mãe que entretanto chegaram.

 

Mas quero LOUVAR e ENALTECER a equipa de psicólogos , que o médico e tenho pena de não saber o nome dele, (porque também ele foi de uma grande sensibilidade) pediu para vir aqui a casa.

 

O nome da psicóloga é Sílvia. E devo dizer que no pior momento da minha vida ela fez a diferença. Não só comigo, mas com todos os presentes que estavam cá em casa e nessa altura já tinha também amigos e sobrinhos comigo.  Falou com todos à vez e sem pressas.

 

Ajudou-nos a dar a notícia à minha outra filha que estava na Austrália ( a viver sozinha e durante a madrugada de lá).  Com a minha mãe, de 82 anos. Com a minha filha mais velha que chegou a casa mais ou menos na altura que eu também cheguei e que tinha acabado de chamar o INEM.

 

Devo dizer que a Psicóloga Sílvia, depois desse dia, todas as semanas nos telefona para saber como estamos.  Ouve-nos, dá-nos uma palavra de consolo. Poderão dizer que é o trabalho dela. Mas não é só. Vai muito além do trabalho dela.

 

Por isso faço este louvor aos vossos serviços. É com pessoas assim que o nosso país vai para a frente.

 

Bem hajam a todos os serviços que mencionei antes (sem exceção), mas em particular ao médico e à Psicóloga Silvia.

Muitos parabéns pelo vosso serviço e mais uma vez muito obrigada por tudo, que infelizmente o principal não puderam resolver (que era salvar o meu marido).

 

Luísa Santos

 

Intervieram nesta ocorrência os seguintes profissionais do INEM e dos Bombeiros Voluntários de Alcochete:

 

Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU):

Técnicos(as) de Emergência Pré-Hospitalar: Filipa Carvalho (CODU Sul), Ricardo Almeida (CODU Sul), Raquel Inácio (CODU Sul), Paulo Gonçalves (CODU Sul) e Carla Veloso (CODU Sul)

Centro de Apoio Psicológico e Intervenção em Crise (CAPIC): Psicóloga Sara Rosado (CODU Centro)

 

Viatura Médica de Emergência e Reanimação Barreiro/Montijo

Médico António Gandra e Enfermeiro Rui Silva

 

Unidade Móvel de Intervenção Psicológica em Emergência (UMIPE), Delegação Regional do Sul, Lisboa

Psicóloga Sílvia Campino

Técnico de Emergência Pré-Hospitalar Pedro Lagos

 

Bombeiros Voluntários de Alcochete:

Ambulância – Bombeiro(a): Nuno Antunes e Rute Martins

Equipa de apoio – Bombeiros: João Batista, Válter Pereira, Hugo Borges e Alexandre Tavares

imagem do post do Obrigado INEM – “O nome da psicóloga é Sílvia. E devo dizer que no pior momento da minha vida ela fez a diferença”
Voltar