18-01-2017

INEM e APAV assinam protocolo de colaboração

O Instituto Nacional de Emergência Médica, I.P. (INEM) e a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) celebraram ontem, dia 17 de janeiro, um Protocolo de Colaboração que vai regular a colaboração entre as duas Instituições no âmbito da temática das vítimas de violência doméstica e de crime, nomeadamente de criminalidade violenta, designadamente, familiares e amigos de vítimas de homicídio e vítimas de violência sexual.

 

O acordo visa contribuir para o apoio, defesa e promoção dos direitos das vítimas nas seguintes áreas:

  • Identificação, informação e referenciação de vítimas de crime;
  • Participação em projetos, ações de formação e de investigação dentro do âmbito das missões do INEM e da APAV;
  • Sensibilização cívica para áreas de missão do INEM e da APAV.

 

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) é uma instituição particular de solidariedade social, que tem como objetivo estatutário promover e contribuir para a informação, proteção e apoio aos cidadãos vítimas de infrações penais. A missão da APAV consiste em apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais, e contribuir para o aperfeiçoamento das políticas públicas, sociais e privadas centradas no estatuto da vítima, através de uma rede nacional de apoio especializado.

 

O Instituto Nacional de Emergência Médica, I.P. (INEM) tem por missão definir, organizar, coordenar, participar e avaliar as atividades e o funcionamento de um Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM) de forma a garantir aos sinistrados ou vítimas de doença súbita a pronta e correta prestação de cuidados de saúde, em ambiente pré-hospitalar, nas suas vertentes medicalizadas e não medicalizadas, incluindo, entre outras, o atendimento, triagem, aconselhamento das chamadas, e acionamento de meios de emergência.

 

O Centro de Apoio Psicológico e de Intervenção em Crise (CAPIC) do INEM, visa assegurar o apoio e intervenção junto da população e das equipas de emergência, com vista ao desenvolvimento de estratégias ativas de adaptação a situações de crise. Através dos meios de emergência, mais concretamente das Unidades Móveis de Intervenção Psicológica de Emergência (UMIPE), o INEM intervém no local da ocorrência com vítimas e familiares em situações potencialmente traumáticas, como acidentes de viação e outros, mortes inesperadas ou traumáticas, abuso ou violação física ou sexual, em emergências psicológicas e psiquiátricas com necessidade de negociar aceitação de ajuda, e ou situações que envolvam crianças ou outros dependentes, entre outras.

imagem do post do INEM e APAV assinam protocolo de colaboração
Voltar