Alerta Pessoas em Risco

 

Medida SIMPLEX + Saúde 2016

 

Enquadramento

As situações de pobreza e exclusão social devem ser o mais precocemente detetadas e sinalizadas, tendo em conta os efeitos secundários ou colaterais que daí podem advir. Essas situações foram agravadas devido à conjuntura social vivenciada nos últimos anos e aumentam ainda devido a diversos fatores como o geográfico/territorial (urbano/rural), habitacional ou o desemprego. Assim sendo, o INEM posiciona-se como parceiro fundamental da Medida 34 do SIMPLEX + Saúde 2016, contribuindo para o alargamento da base de dados que referencia ou sinaliza esses cidadãos(ãs). O INEM, com esta colaboração, permite uma maior facilidade em assegurar apoio e proteção social, através da comunicação da perceção de sintomas ou sinais indicadores de exclusão social.

 

Medida

Implementação, na aplicação de registo clínico dos meios de emergência médica, de uma sinalização de cidadãos em situação de risco que se perceciona ou observa.

Esta Medida não tem custos associados.

 

Objetivo

Através dessa referenciação de cidadãos(ãs) em situação de risco, passou a ser possível a identificação das situações de maior prevalência no encaminhamento para as Unidades de Saúde e com maior possibilidade de integração na referenciação desta tipologia de situações.

 

Tipologias de situações de risco

  • Não adesão terapêutica ou aparente inadequação terapêutica
  • Isolamento social
  • Necessidade de cuidados de saúde domiciliários
  • Insalubridade