História do INEM

2015

  • Uma nova ambulância de Suporte Imediato de Vida do INEM iniciou, no dia 19 de janeiro, atividade em Avelar, concelho de Ansião, distrito de Leiria.
  • Em fevereiro o INEM integra uma Missão Portuguesa na República da Guiné-Bissau para apoio na prevenção da Doença por Vírus Ébola (DVE), através da instalação e garantia de funcionamento de um Laboratório móvel para o diagnóstico da DVE.
  • O Fórum Algarve, em Faro, acolheu entre os dias 28 de fevereiro e 1 de março, sessões de Treino em Suporte Básico de Vida, organizadas com a colaboração do INEM.
  • Em março, o INEM recebeu autorização do Governo para reforçar o seu quadro de pessoal com 70 novos Técnicos Operadores de Telecomunicações de Emergência.
  • O INEM e a Direção-Geral da Educação assinaram no dia 5 de março um protocolo pioneiro que iniciou uma relação de estreita cooperação entre as duas entidades na área do Ensino e Formação de Suporte Básico de Vida .
  • O INEM marcou presença na 16ª edição da “Segurex - Salão Internacional de Proteção e Segurança”, que decorreu na Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações, entre os dias 6 e 9 de maio.
  • Em maio, o INEM garantiu mais uma vez a coordenação de todas as atividades de Saúde, em ambiente pré-hospitalar - triagem, evacuações primárias e secundárias e a referenciação e transporte para as unidades de saúde mais adequadas – das situações de emergência médica ocorridas durante a peregrinação ao Santuário de Fátima, com a presença, no terreno, de 45 profissionais, em média, por dia.
  • Entre os dias 21 e 24 de maio o INEM assegurou a coordenação das atividades de emergência médica na edição de 2015 do Rally de Portugal, na região Norte do País.
  • Em junho de 2015 entra em funcionamento a Ambulância de Suporte Imediato de Vida de Lisboa.
  • Celebração, em junho, do Contrato de consórcio com a empresa TEKEVER, Tecnologias de Informação SA e vários parceiros na qualidade de entidades do Sistema Cientifico e Tecnológico e entidades copromotora do projeto (Estado-maior do Exercito, Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, I.P., Instituto Superior Técnico, Instituto Português do Mar e da Atmosfera, I.P.). Esta parceria teve por finalidade a execução do projeto intitulado “UPCAST” no âmbito do sistema de incentivos de investigação e desenvolvimento tecnológico.
  • Entre os dias 4 e 6 de junho o INEM marcou presença na Blue Business Forum, uma exposição dedicada ao Mar que decorreu na Feira Internacional de Lisboa.
  • Por ocasião da 34ª Concentração Internacional de Motos de Faro, que decorreu entre os dias 16 e 19 de julho, e para garantir a melhor capacidade de resposta possível a situações de emergência médica pré-hospitalar, o INEM reforçou os seus meios no terreno.
  • O INEM procedeu, no dia 28 de julho, à entrega de 36 ambulâncias a corporações de bombeiros de todo o país, sendo que 25 foram novos Postos de Emergência Médica.
  • Entre 31 de julho e 2 de agosto o INEM assegurou a assistência médica pré-hospitalar ao Grande Prémio de Fórmula 1 de Motonáutica que se realizou no Rio Douro, entre Porto e Gaia.
  • No dia 12 de agosto o INEM marcou presença no Dia Internacional da Juventude com 3 sessões de mass training que se realizaram no Estádio do Jamor.
  • Celebração, no mês de setembro, de um protocolo de cooperação com a Universidade Católica Portuguesa (Instituto de Ciência e Saúde) com o objetivo de contribuir para uma melhor integração dos conhecimentos adquiridos pelos alunos da UPC-ICS no contexto da atividade profissional e promover o contacto com o mercado de trabalho.
  • Alteração da equipa diretiva do INEM, no mês de outubro, com a entrada em funções, em regime de substituição, do Presidente do Conselho Diretivo, Luís Meira.
  • Foi assinado no dia 29 de outubro, na sede do INEM, o Protocolo de Geminação entre a Empresa Pública de Emergências Sanitária (EPES) da Andaluzia e o INEM, na sequência do trabalho desenvolvido pelas duas entidades no âmbito do Projeto “Geritrans A Plus”.
  • Assinatura, em outubro, de um Protocolo de Cooperação com o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros do Açores no âmbito da emergência pré-hospitalar para colaboração na partilha de informação e na formação dos agentes de ambas as instituições.
  • O INEM recebeu, no dia 24 de novembro, a visita do Alto Comissário da Guiné Bissau para o Ébola.
  • Assinatura, no mês de dezembro, de um Protocolo de Cooperação com o Instituto Nacional de Estatística I.P. para colaboração no que diz respeito ao acesso a dados administrativos relativos às ocorrências pré hospitalares no Continente, para fins exclusivamente estatísticos.

2014

  • No dia 15 de janeiro, o INEM recebeu na sua sede em Lisboa, uma delegação do Partido Socialista para analisar um conjunto de matérias relacionadas com a emergência médica pré-hospitalar. Entre os assuntos abordados, mereceu especial interesse o modelo de funcionamento das Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação.
  • Durante o mês de fevereiro foram realizados quatro Mass Trainings em Suporte Básico de Vida nos Centros Comerciais da Sonae Sierra, de norte a sul do país. Estas ações resultaram de uma parceria entre o INEM e a Sonae Sierra.
  • No dia 24 de março iniciou funções um novo Conselho Diretivo do INEM. O Major Médico Paulo Amado de Campos assume o cargo de Presidente do Instituto.
  • Entrou em funcionamento, no dia 31 de março, a Ambulância de Transporte Inter-hospitalar Pediátrico de Faro, no Algarve.
  • No dia 3 de abril o Ministro da Saúde de Moçambique visitou as instalações do INEM e pode verificar in loco o funcionamento do Instituto que coordena a emergência médica em Portugal Continental.
  • Entre os dias 3 e 6 de abril o INEM participou, mais uma vez, na prevenção e organização do Rally de Portugal, assegurando eventuais situações de emergência médica que pudessem decorrer no desenrolar da prova.
  • Foi publicado o Despacho 5561/2014, de 23 de abril, que veio definir os meios de emergência pré-hospitalar de suporte avançado e imediato de vida do INEM, que atuam no âmbito do SIEM, e as bases gerais da sua integração da rede de serviços de urgência.
  • O INEM integrou o dispositivo da Autoridade Nacional de Proteção Civil no âmbito das comemorações do dia 13 de maio, e procedeu à montagem de um módulo do seu Hospital de Campanha, o equivalente a um Serviço de Urgência Básica, da Rede de Serviço de Urgência.
  • Entre os dias 24 e 25 de maio o INEM participou na prevenção da Final da Liga dos Campeões, realizada no Estádio da Luz, bem como no festival de música Rock in Rio. Estes eventos originaram um aumento considerável de população na cidade de Lisboa exigindo igual aumento da capacidade de resposta dos serviços de emergência médica.
  • Foi publicado o Despacho 9958/2014, de 1 de agosto, que clarificou o aumento de competências por parte dos Técnicos de Emergência, e os modelos de atuação e proibições no âmbito da atuação pré hospitalar.
  • Foi publicado o Despacho 10109/2014, de 6 de agosto, que determinou e definiu o tipo de meios de emergência médica que o INEM dispõem para o correto funcionamento e cumprimento da sua missão, nomeadamente as Ambulâncias de Emergência Médica, Ambulâncias de Socorro, Motociclos de Emergência Médica, Unidade Móvel de Intervenção Psicológica de Emergência, Transporte regional do Doente Crítico e Serviço de Helitransporte de Emergência Médica.
  • O INEM, em cooperação com as demais entidades nacionais inseridas no combate à prevenção do vírus Ébola, realizou no dia 14 de agosto um simulacro de um caso suspeito de Ébola. O simulacro contou com a presença de várias entidades, entre eles o Ministro da Saúde, Paulo Macedo.
  • Durante o mês de setembro, o INEM participou nas comemorações dos 35 anos do Serviço Nacional de Saúde. O INEM assinalou a efeméride através da promoção de cinco Mass Trainings em Suporte Básico de Vida que decorreram nas cidades do Porto, Coimbra e Lisboa.
  • No dia 15 de setembro entrou em funcionamento, no Pólo de Valongo do Centro Hospitalar de São João, uma Ambulância de Suporte Imediato de Vida do INEM.
  • No âmbito do Programa de Cooperação entre Portugal e a República da Guiné-Bissau, o Primeiro-ministro Guineense visitou, no dia 4 de novembro, a sede do INEM em Lisboa.
  • No mês de dezembro, Portugal atingiu a marca dos 1000 Desfibrilhadores Automáticos Externos licenciados pelo INEM e disponíveis em espaços públicos do país.
  • Foi publicada a Portaria nº 260/2014, de 15 de dezembro, que veio regular o transporte de doentes. Para além do procedimento de concessão de alvarás, a portaria definiu os tipos, características e equipamentos das ambulâncias, bem como os requisitos dos seus tripulantes.
  • Na tarde de 24 de dezembro, o INEM recebeu a visita do Ministro da Saúde, Paulo Macedo. O Ministro desejou as boas festas a quem trabalha 24 horas por dia, 365 dias por ano, para prestar cuidados de emergência médica pré-hospitalares.
  • No dia 29 de dezembro entraram em funcionamento 10 novas ambulâncias de socorro numa parceria entre o INEM e as Corporações de Bombeiros de Mogadouro, Mondim de Basto, Resende, Vila Nova de Foz Côa, Murtosa, Oliveira de Frades, Estarreja, Chamusca, Ferreira do Zêzere e Vila Viçosa. Desta forma, foi reforçado o dispositivo de emergência médica em Portugal Continental e capacitados os parceiros do INEM no Sistema Integrado de Emergência Médica.

2013

  • No dia 1 de janeiro, três novas ambulâncias do INEM entraram em funcionamento nas corporações de bombeiros de Cinfães, Nazaré e Terras de Bouro.
  • A 8 de janeiro, o Centro Hospitalar Universitário de Coimbra tornou-se a primeira entidade hospitalar acreditada pelo INEM para dar formação na área da emergência médica.
  • No dia 7 de fevereiro, uma nova ambulância de Suporte Imediato de Vida do INEM iniciou atividade em Cinfães.
  • O INEM e o Conselho Português de Ressuscitação assinaram, no dia 30 de abril, um protocolo para uniformizar e promover a formação em reanimação ministrada pelas duas entidades.
  • O INEM homenageou com uma medalha e o título de "Cidadão Exemplar" dois cidadãos por terem colaborado exemplarmente com a operadora do INEM na chamada de socorro que fizeram para salvar o seu neto. A cerimónia teve lugar no dia 23 de maio.
  • Duas novas motas de emergência do INEM entraram em funcionamento em Cascais e Matosinhos a 3 de junho.
  • No primeiro dia de julho, sete novas ambulâncias do INEM entraram em funcionamento nas corporações de bombeiros de Alcochete, Ansião, Arruda dos Vinhos, Cadaval, Monção, Paços de Ferreira e Salvaterra de Magos e duas novas ambulâncias de Suporte Imediato de Vida do INEM iniciaram atividade em Castro Verde e Moimenta da Beira.
  • No mesmo mês, o INEM reforçou o seu quadro de pessoal com 100 novos Técnicos de Ambulância de Emergência que asseguram o funcionamento das ambulâncias existentes e vieram permitir a abertura de novos meios em várias zonas do país.
  • O INEM entregou Desfibrilhadores Automáticos Externos a 67 corporações de Bombeiros. O objetivo traçado pelo Instituto de equipar com DAE todas as ambulâncias de socorro do Sistema Integrado de Emergência Médica foi assim concluído no dia 11 de julho.
  • Duas novas ambulâncias do INEM, operadas diretamente pelo Instituto, entraram em funcionamento em Viana do Castelo e Lisboa no dia 1 de agosto.
  • A 22 de setembro o INEM dá a conhecer o início do processo de aquisição de 75 ambulâncias de emergência para renovar a frota de viaturas existente no país, bem como para abertura de novos meios.
  • Entraram em funcionamento, no dia 1 de outubro, cinco novas ambulâncias operadas diretamente pelo INEM em Guimarães, Coimbra, Lisboa, Sacavém e Seixal e uma nova ambulâncias de Suporte Imediato de Vida do INEM inicia atividade em Arouca. Neste mesmo dia iniciaram atividade três novas ambulâncias do INEM nas corporações de bombeiros de Ponte da Barca, Alcanena e Sátão.
  • No dia 14 de outubro, Regina Pimentel inicia funções como Presidente do Conselho Diretivo do INEM.
  • O INEM e a Escola Nacional de Bombeiros celebraram no dia 5 de novembro um contrato-programa formativo para 2014, que prevê a realização de 32 cursos de formação em técnicas de emergência médica para operacionais das corporações de bombeiros.
  • A 8 de novembro, a Comunidade Islâmica de Lisboa comemorou o seu 45.º aniversário e no âmbito das comemorações desta efeméride homenageou o INEM pelos serviços prestados à sociedade.
  • Uma nova Ambulâncias do INEM iniciou atividade em Viseu no dia 15 de novembro.
  • O projeto "CODU Nacional" foi distinguido no âmbito do reconhecimento de boas-práticas na saúde, desta vez pela organização dos Prémios Hospital do Futuro, na categoria Gestão e Economia da Saúde. A cerimónia decorreu no dia 2 de dezembro.

2012

  • Entre 29 de março e 1 de abril o INEM assegurou a coordenação da área de emergência médica da edição de 2012 do Rally de Portugal que teve lugar em Lisboa e no Algarve.
  • A 11 de maio, o Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa, visita o Hospital de Campanha do INEM no âmbito da operação “Fátima 2012”.
  • Implementação de um sistema de fluxos de triagem nos Centros de Orientação de Doentes Urgentes do INEM (Tetricosy® - TElephonic TRIage and COunseling System) que começou a funcionar no dia 9 de maio.
  • Início da participação regular do INEM no transporte do doente crítico entre unidades de saúde.
  • A 18 de julho o INEM recebe a visita do Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa, para conhecer o novo sistema de triagem do CODU - Tetricosy®.
  • Em julho foi alargada a Certificação da Qualidade ISO 9001 ao Programa Nacional de Desfibrilhação Automática Externa.
  • Em agosto o INEM alarga a utilização do Mobile Clinic® - uma aplicação informática de registo clínico eletrónico - às suas ambulâncias que funcionam em corporações de Bombeiros, substituindo-se assim a comunicação que até aqui era efetuada via telefone e equiparando estes meios aos do próprio INEM.
  • No mês de setembro o INEM cria 11 novos Postos de Emergência Médica em corporações de bombeiros da região Sul (Aljustrel, Alpiarça, Almodôvar, Alter do Chão, Avis, Campo Maior, Fronteira, Gavião, Monforte, Serpa, Sousel).
  • A 8 de outubro o INEM obtém a Acreditação - Certificação de Qualidade de Nível Avançado - atribuído pelo Comité de Certificação da Agencia de Calidad Sanitaria de Andalucia (ACSA), da Consejeria de Salud y Bienestar Social.
  • Início, no mês de outubro, de um regime de partilha de meios aéreos entre o INEM e a Autoridade Nacional de Proteção Civil.
  • Também em outubro teve lugar uma reorganização profunda da rede de ambulâncias de emergência, em parceria com a Autoridade Nacional de Proteção Civil e a Liga Bombeiros Portugueses, no sentido de aumentar a eficácia e eficiência da emergência médica pré-hospitalar. O dispositivo nacional de meios de emergência médica do INEM foi reforçado com 21 novos meios de emergência.
  • Publicação de dois despachos de extrema importância para a regulação da emergência médica pré-hospitalar, ficando definido de forma explícita o que se espera de cada serviço, de cada um dos meios e de cada um dos profissionais que atuam na emergência médica pré-hospitalar: Despacho n.º 13794/2012, de 24 de outubro, que define as Ambulâncias de Emergência Médica, Motociclos de Emergência Médica e Ambulâncias de Socorro, nomeadamente no que respeita à sua dispersão geográfica, a sua tripulação, competências e relação com a rede de serviços de urgência; Despacho n.º 14041/2012, de 29 de outubro, que define a atividade do Centro de Orientação de Doentes Urgentes, os seus recursos humanos, competências, bem como, a articulação com outros intervenientes do SIEM.
  • Uma parceria entre o INEM e o Museu do Pão permite oferecer cursos de Suporte Básico de Vida a Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) de todo o país. Os cursos de formação tiveram lugar a 30 de outubro.
  • Com o Projeto "Programa Nacional de Desfibrilhação Automática Externa" o INEM alcançou em novembro o 1º Prémio “Hospital do Futuro” na categoria “Acessibilidade”.
  • Início de um processo de Acreditação de Centros de Formação do INEM nas Unidades de Saúde do Sistema Nacional de Saúde e nas estruturas de parceiros do SIEM (Bombeiros e Cruz Vermelha Portuguesa).
  • Reestruturação dos produtos pedagógicos do INEM, tornando-os modulares e passíveis de obter equivalências.
  • Conclusão, no mês de novembro, de um conjunto de Manuais da Formação, resultado de um trabalho que contou com a colaboração de diversos peritos e profissionais da emergência médica pré-hospitalar e que pretende disponibilizar aos formandos que participem em ações de formação organizadas pelo INEM ou certificadas por este Instituto, manuais pedagógicos modernos e de acordo com o estado-da-arte.
  • Disponibilização na página do INEM na internet de um conjunto vasto de informação, nomeadamente indicadores de desempenho, de forma a aumentar o empowerment/a capacitação dos cidadãos na gestão da sua saúde.
  • Publicado o despacho n.º 16401/2012 de 26 de dezembro que veio definir as Competências dos Técnicos de Ambulância de Emergência do INEM.

2011

  • Alargamento, nos meses de janeiro, abril e dezembro, da Rede de Desfibrilhação Automática Externa a 330 Corporações de Bombeiros, reforçando-se a parceria estratégica com os nossos parceiros do Sistema Integrado de Emergência Médica e expansão do Programa Nacional de DAE a mais 104 Locais de Acesso ao Público. Acreditação, ao longo do ano, do Programa de Formação em SBV e DAE a mais 9 Entidades, em TAT a mais 4 Entidades e em TAS ao Regimento de Sapadores Bombeiros, expandindo-se a capacidade formativa na vertente da Emergência Médica.
  • De 24 a 27 de março o INEM presta assistência médica às provas oficiais da edição de 2011 do Rally de Portugal.
  • Em abril é assinado um protocolo entre o INEM e os Serviços de Sangue e da Transplantação para utilização dos Helicópteros do INEM para transporte de Tecidos e Células para transplantação, aumentando-se a eficiência destes meios de emergência e melhorando a resposta do SNS a esta premente necessidade.
  • Criação, no mês de abril, do Serviço de Transporte Inter-hospitalar Pediátrico da Região Norte do país.
  • INEM passa a reconhecer aos doentes transportados em ambulâncias do Instituto o direito de serem acompanhados por familiar ou por pessoa de sua relação, um passo que representa uma maior abertura ao cidadão por parte dos serviços prestados pelo INEM.
  • Celebração de 5 Protocolos para criação de Postos de Emergência Médica.
  • No dia 1 de junho, três Motociclos de Emergência entraram em funcionamento nas cidades de Braga, Coimbra e Faro.
  • No mês de junho, INEM colabora com Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra na realização de um mass training em Suporte Básico de Vida dirigida a 500 estudantes académicos, dotando-os de conhecimentos essenciais para saber atuar perante uma situação de paragem cardiorrespiratória.
  • Início da integração dos meios de emergência pré-hospitalares na rede de serviços de urgência permitindo a sua gestão conjunta por parte do INEM e Serviços de Urgência hospitalares.
  • A Ambulância de Suporte Imediato de Vida de Ponte de Sor entra, no mês de julho, em funcionamento no Serviço de Urgência Básica de Ponte de Sor.
  • Contratação, em julho, de 76 Técnicos de Ambulância de Emergência.
  • Colocação em todos os meios de emergência do INEM, do Registo Clínico Eletrónico - Mobile Clinic e do sistema de apoio à navegação - Navigator INEM.
  • Criação do CODU Nacional colocando fim às diferenças regionais no atendimento das chamadas de emergência - 112. O tempo de atendimento das chamadas foi reduzido de 13 segundos em 2010 para 7 segundos em 2011.
  • Início do processo de Acreditação do INEM segundo o Modelo Nacional e Oficial de Acreditação do Ministério da Saúde, um processo que permite ao Instituto ser avaliado, externamente, na sua capacidade para alcançar standards internacionais.
  • A 15 de setembro, INEM recebe a visita do Ministro da Saúde, Paulo Macedo.
  • O Programa de Desfibrilhação Automática Externa (DAE) do INEM foi galardoado em outubro com o 1.º Prémio Nacional de Boas Práticas em Saúde, atribuído pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar e pela Direcção-Geral da Saúde.
  • Publicado a 3 de novembro o despacho 14898/2011 do Gabinete do Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde, que define os meios de emergência pré-hospitalares de Suporte Avançado (caso das VMER) e Imediato de Vida (caso das Ambulâncias de Suporte Imediato de Vida) do INEM bem como as bases gerais da sua integração na rede de serviços de urgência.
  • INEM é premiado, no mês de novembro, com nova distinção. Desta vez, o 3º lugar na categoria “Qualidade em Saúde - Acreditação” do Fórum Hospital do Futuro. O projeto, designado de “Qualificar para Salvar”, foi o da Certificação pela norma ISO 9001 do Departamento de Formação em Emergência Médica (DFEM) e dos Centros de Formação do INEM.

2010

  • Em fevereiro, profissionais do INEM integram a Força Conjunta Portuguesa (FOCON) para uma missão no Haiti. Três médicos, três enfermeiros e quatro Técnicos de Ambulância de Emergência prestam assistência médica às vítimas de um terramoto com a magnitude de 7,3 na escala de Richter.
  • Ana Jorge, Ministra da Saúde, visita no dia 19 de abril, a base do Helicóptero do INEM sediado em Macedo de Cavaleiros.
  • Planeamento de um dispositivo especial no âmbito da visita de Bento XVI a Portugal, em maio deste ano, que envolve 170 profissionais, entre os quais uma equipa multidisciplinar para acompanhar o Papa em permanência.
  • A 1 de abril, três novos Helicópteros do INEM entram em funcionamento nas bases de Macedo de Cavaleiros, Santa Comba Dão e Loulé.
  • Em julho deste ano são formados 72 profissionais em Fisiologia de Voo e Segurança em Heliportos, para prestação de serviço nos Helicópteros de Emergência Médica do INEM.
  • No mês de julho, o INEM recebe da APCER, a Certificação do Sistema de Gestão da Qualidade de acordo com a norma NP EN ISO 9001, no âmbito da Formação em Emergência Médica e Acreditação de Entidades para a Formação.
  • INEM presta assistência médica às vítimas do acidente ocorrido no mês de agosto, na A25, em Sever do Vouga, do qual resultaram seis mortos e 72 feridos, dos quais 48 em estado grave.
  • Realiza-se, em setembro, o II Congresso Nacional de Emergência Médica organizado pelo INEM, sob o tema "Da rua ao hospital – abrir portas, partilhar recursos".
  • Inicia funções, a 7 outubro, um novo Conselho Directivo no INEM. Miguel Soares de Oliveira assume o cargo de Presidente do Instituto.
  • INEM e Bombeiros Voluntários de Viseu assinam, a 4 de novembro, um protocolo para constituição de um Posto de Emergência Médica.
  • No mês de dezembro, 30 Corporações de Bombeiros recebem Desfibrilhadores Automáticos Externos e formação em Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa no âmbito do Programa Nacional de Desfibrilhação Automática Externa do INEM.

2009

  • Admissão de 28 Técnicos Operadores de Telecomunicações de Emergência.
  • Substituição de 45 ambulâncias do INEM cedidas a Corporações de Bombeiros e a funcionarem como Postos de Emergência Médica.
  • Realizou-se em março, o I Encontro Nacional do SIEM, na Feira Internacional de Lisboa.
  • Elaborado em julho, o Plano de Contingência do INEM para continuidade de laboração em cenário de pandemia de Gripe A.
  • Entram em funcionamento duas novas VMER com base no Centro Hospitalar de Torres Vedras e no Centro Hospitalar do Médio Ave - Famalicão.
  • É publicado o Decreto-lei 188/2009 de 12 de agosto, que veio regulamentar a utilização de Desfibrilhadores Automáticos Externos por leigos.
  • Entra em funcionamento, no mês de setembro, a VMER do Hospital do Litoral Alentejano - Santiago do Cacém.
  • Realizam-se, em setembro, o I Congresso Nacional de Emergência Médica e a 8ª Conferência Médica da NATO, ambos organizados pelo INEM. Os eventos contaram com a presença de 342 e 155 participantes, respetivamente.
  • Apoio a vários eventos, entre os quais o ‘Red Bull Air Race 2009’.
  • Admissão, em outubro, de 123 novos Técnicos de Ambulância de Emergência.
  • Entra em funcionamento a Ambulância de Suporte Avançado de Vida Pediátrico, sedeada no Hospital de Santa Maria.
  • A 3 de dezembro é inaugurado o 1º Programa de Desfibrilhação Automática Externa em espaços públicos, no concelho de Guimarães.

2008

  • Em janeiro, entra em funcionamento a VMER do Hospital de São José em Lisboa.
  • É a equipa do INEM em missão em Timor-Leste que presta a primeira assistência médica ao Presidente de Timor-Leste, José Ramos Horta, depois de ser vítima de um atentado.
  • Em fevereiro inicia funções o novo Conselho Diretivo do INEM, assumindo o cargo de Presidente do Instituto o Dr. Abílio Gomes.
  • O CAPIC passa a garantir a presença de um psicólogo no CODU 24 horas por dia.
  • Em maio, entra em funcionamento a VMER de Barcelos, sedeada no Hospital de Santa Maria Maior.
  • 14 médicos do Uruguai iniciam funções no INEM, ao abrigo de um protocolo celebrado entre os Ministérios da Saúde de Portugal e do Uruguai.
  • O INEM, juntamente com a Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI), lança a campanha de prevenção de intoxicações “Histórias de Acordar”.
  • Durante o ano de 2008, o INEM dá apoio aos seguintes eventos: XXIII Cimeira Luso-Espanhola; O Grande Prémio de Portugal de Motonáutica teve lugar também este ano; Queima das Fitas da Universidade de Coimbra; Rally de Portugal, Rally Transibérico; Rock in Rio Lisboa 2008; Lisboa Bike Tour, XXVII; Concentração Internacional de Motos de Faro e Redbull Air Race 2008.
  • Durante o ano de 2008, o INEM participou nos seguintes exercícios/simulacros: exercício da NATO “UUSIMAA 2008” na Finlândia, CONVEX 03 no Aeroporto de Lisboa, ORION 2008, EU Terror Atack em França, entre outros.
  • Prestou ainda em 2008, assistência no Acidente Ferroviário na linha do Tua 2008.

2007

  • Realiza-se em Portugal o primeiro curso de Intervenção Psicológica em Situações de Crise/Catástrofe, dirigido a psicólogos da Segurança Social e do Exército, assim como Técnicos de Ambulância do INEM e licenciados em Psicologia.
  • Entram em funcionamento as VMER do Hospital do Espírito Santo em Évora e do Hospital Dr. José Maria Grande em Portalegre. Todos os distritos do país passam assim a dispor de um meio de Suporte Avançado de Vida.
  • Assinado protocolo com o Hospital Amadora-Sintra que permite a transição do programa DAE deste Hospital, Choque pr’a Vida, para o INEM.
  • Publicada em Maio a nova Lei Orgânica do INEM.
  • Lançamento da campanha publicitária “E se precisasse de uma ambulância e ela estivesse ocupada numa chamada falsa?”, com o objetivo de sensibilizar o público para o problema das chamadas falsas para o 112.
  • Instalada uma ambulância piloto de Suporte Avançado de Vida no Alentejo (SAV), com vista à futura implementação do modelo de ambulâncias de Suporte Imediato de Vida (SIV).
  • O American Journal of Emergency Medicine, publicação de referência mundial na área da emergência médica, publicou um artigo sobre a utilização das motas de emergência pelo INEM.
  • Lançada a campanha publicitária “Seja mais rápido que…” pelo Alto Comissariado da Saúde, com o apoio do INEM, sensibilizando a população para os sinais de alerta de acidente vascular cerebral e enfarte.
  • A delegação regional de Coimbra muda de instalações e a cerimónia de inauguração foi presidida pelo então Ministro da Saúde, António Correia de Campos. Ficam concentrados num único edifício os serviços de coordenação, administração e logística da delegação regional, bem como o CODU e o Centro de Formação.
  • Entram em funcionamento, em Outubro, as primeiras quatro ambulâncias SIV no Alentejo, no âmbito do projeto do Ministério da Saúde de requalificação das urgências – Odemira, Estremoz, Moura e Elvas.

2006

  • A Delegação Regional do Algarve muda de instalações, para um novo espaço com 12 áreas distintas, incluindo o CODU, respetiva zona de apoio, salas de formação e base para a tripulação das ambulâncias que operam no distrito de Faro.
  • O CIAV passa a denominar-se Centro de Informação Antivenenos - Dra. Arlinda Borges.
  • Duas equipas de três elementos do INEM acompanham o contingente da GNR enviado para Timor-Leste, em Junho.
  • Presente na 1ª Mostra de Boas Práticas do Fundo Social Europeu (FSE), o INEM foi selecionado pelo Saúde XXI como um dos bons exemplos na aplicação dos financiamentos proporcionados pelo FSE em Portugal.
  • A partir de Agosto os CODU abrangem 100 % da população nacional.
  • Assegurado um dos grandes objetivos do INEM: Todas as chamadas 112 referentes à saúde passam a ser atendidas e tratadas por profissionais de saúde com formação específica.
  • Novembro: Participação do INEM no exercício anual do Exército Português “Orion 06”.
  • Três novas VMER entram em funcionamento no ano de 2006, com sede nos hospitais Distritais de Bragança e Beja e no Centro de Saúde de Albufeira.
  • Ao longo do ano, o INEM presta assistência a diversos eventos nacionais: Rally de Portugal, 16ª Meia Maratona Internacional de Lisboa, Gold Marathon Memorial Carlos Lopes, festival de música Rock in Rio Lisboa, Queima das Fitas do Porto, Campeonato Europeu de Futebol Sub21, 1º Lisboa Bike Tour.

2005

  • Há novas VMER nos Hospitais Curry Cabral e de Castelo Branco, e nos Centros Hospitalares da Cova da Beira (Covilhã) e do Médio-Tejo (Abrantes).
  • Participação no simulacro “Centauro 2005”, em Lisboa, realizado no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Proteção Civil.
  • Participação na “Segurex 2005”, a maior exposição realizada em Portugal na área da prevenção, proteção e segurança, realizada na Feira Internacional de Lisboa (FIL).
  • No âmbito da Proliferation Security Iniciative, o INEM participou no exercício “Ninfa 2005” – fase III, decorrido em Portugal.
  • A Delegação Regional de Lisboa e Vale do Tejo muda de instalações, passando a funcionar junto da sede do INEM.
  • Apoio à 6ª Meia Maratona de Portugal, que contou com a participação de mais de 15 mil atletas.
  • O INEM participa no exercício “Joint Assistence 2005”, na Ucrânia, no âmbito do Euro-Atlantic Disaster Response Coordination Center da NATO.
  • A página do INEM na Internet passou a contar com uma área dedicada às crianças.

2004

  • Entram em funcionamento as VMER dos Centros Hospitalares do Alto Minho (Viana do Castelo) e Vila Real (Peso da Régua) e dos Hospitais de Braga, Vale do Sousa, Santarém, Santa Maria (Lisboa) e Chaves.
  • Adotada a cor atual do INEM, o amarelo RAL 1016.
  • Iniciado o processo de desativação das ambulâncias operadas pela PSP.
  • Criado o Centro de Apoio Psicológico e Intervenção em Crise (CAPIC), dirigido à população e às equipas de emergência.
  • Durante o Euro 2004, 2.921 elementos do INEM atendem 2003 doentes.
  • Publicação da primeira edição do Boletim dos Tripulantes de Ambulância do INEM, “Operacional”.
  • Estão disponíveis mais três Viaturas de Intervenção em Catástrofe.
  • A mota passa a ser um dos meios de emergência ao serviço do INEM.

2003

  • Em Fevereiro, o médico especialista em Imunohemoterapia, Luís Manuel Cunha Ribeiro, assume a presidência do INEM.
  • Aprovada a Lei Orgânica do INEM, em Julho.
  • Abertura da VMER do Hospital de Guimarães e da primeira Viatura de Intervenção em Catástrofe.
  • Os CODU do INEM passam a abranger 75% da população.
  • Criada a Equipa de Intervenção em Situações de Exceção (EISE), estrutura não formal focada no planeamento na área da catástrofe.
  • Após o sismo que assolou a cidade de Bam, no Irão, o INEM enviou uma equipa de 10 elementos que assistiu um total de 273 vítimas.
  • Participação num simulacro de um bombardeamento radiológico na Roménia, no âmbito da cooperação Civil-Militar da NATO.
  • Equipas de emergência apoiam a Gymnaestrada 2003, em Lisboa.

2002

  • O INEM alarga o horário do Serviço de Helicópteros de Emergência de 12 para 24 horas diárias.
  • Os Hospitais de Vila Franca de Xira e Caldas da Rainha dispõem de novas VMER.
  • Publicado o primeiro número da Newsletter do INEM - Via Verde para a Vida.

2001

  • Implementação da Via Verde AVC na zona Norte.
  • O especialista em Medicina Interna José Manuel França Gouveia torna-se o novo Presidente do INEM.
  • Alterado o acesso telefónico do CIAV: criação de duas linhas - linha azul e linha normal.
  • Entra em funcionamento a VMER do Hospital do Barlavento Algarvio.
  • Criado em Abril o Gabinete de Informação do INEM.
  • Realizada campanha publicitária para divulgação e utilização do Número Europeu de Emergência - 112.
  • Criada em Novembro a primeira página na Internet do INEM.

2000

  • Inauguração do CODU Algarve, que recebe 34761 chamadas nesse ano.
  • A rede de VMER alarga-se aos hospitais de Leiria, Guarda, Viseu, Aveiro, Setúbal, Faro e Centro Hospitalar de Coimbra.
  • A base da viatura médica do CODU Centro é transferida para os Hospitais da Universidade de Coimbra.

1999

  • É criado, em Fevereiro, o Gabinete de Avaliação e Estatística do INEM.
  • Abertura da VMER do Hospital Pedro Hispano, no Porto.
  • O INEM colaborou no Plano Nacional de Numeração Telefónica, que visava a mudança do Número de Emergência Médica 115 para o Número Europeu de Emergência 112.
  • Estabelecido protocolo de colaboração com a Linha Saúde 24, criada para apoio pediátrico. Esta linha recorreu com frequência ao CIAV, colocando em contacto o consultante com o médico de serviço.
  • O CIAV colaborou com o Instituto Português da Droga e Toxicodependência, no âmbito do Sistema Nacional da Informação sobre a Droga e Toxicodependência.
  • O CODU-MAR completa 10 anos de existência.

1998

  • O INEM participou no planeamento, organização e execução da Exposição Mundial de Lisboa - EXPO 98.
  • Iniciado o processo para interligação das centrais de emergência 112 às centrais telefónicas do CODU.
  • Aplicado protocolo entre o INEM e a PSP do Porto: todas as chamadas relativas à saúde recebidas na central 112 da PSP são transferidas para o CODU Norte.
  • Inaugurado, em novembro, o Centro de Formação do Porto.
  • O CIAV passa a funcionar 24 horas por dia.
  • Publicado o Decreto-Lei 94/98 que tornou obrigatória a comunicação ao CIAV da composição química dos produtos, aquando da sua colocação no mercado.
  • Apoio do INEM aos seguintes eventos: VIII Cimeira Ibero-Americana, reunião dos Ministros da Defesa da NATO, Queima das Fitas de Coimbra, inauguração da EXPO 98, inauguração da Ponte Vasco da Gama, entre outros.
  • Entra em funcionamento a VMER do Hospital da Figueira da Foz.

1997

  • Dois helicópteros juntam-se à rede de meios do INEM. Sediados no aeródromo de Tires e no Hospital Pedro Hispano, no Porto, prestam serviço 12 horas por dia.
  • Entram em funcionamento as VMER do Hospital de São João, no Porto, e no Hospital Garcia de Orta, em Almada.

1996

  • Realizado acordo com o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores (INESC) com vista à implementação de um sistema de informação geográfica no CODU.
  • Concebida a Viatura de Intervenção em Catástrofe (VIC).
  • Entra em funcionamento a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Santo António, no Porto, num total de quatro entregues ao CODU Norte.
  • Iniciado no Verão o serviço de helitransporte de doentes com o patrocínio da OPEL e o apoio do Hospital de S. Francisco Xavier para a evacuação de sinistrados e doentes urgentes na zona sul do País.
  • Entra em funcionamento a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do CODU Centro com sede na delegação.

1995

  • A presidência do INEM passa a ser ocupada por Custódio Joaquim Brás.
  • Abertura do CODU Centro em Setembro, antecedida pela formação do pessoal médico e operadores da central.
  • O INEM garantiu apoio médico ao Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1, Rali de Portugal e Volta a Portugal em Bicicleta.
  • Início de atividade da VMER do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia.
  • Decidida a criação de um sistema informático para o registo dos verbetes de socorro e transporte.
  • Participação no exercício Lince 95 no âmbito do Serviço Nacional de Proteção Civil.

1994

  • Participação nos eventos Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1 e Volta a Portugal em Bicicleta.

1992

  • Toma posse como Presidente do INEM o cirurgião João Luís Malato Correia.

1991

  • Custódio Joaquim Brás é nomeado Presidente do INEM em regime de substituição.
  • Abre o CODU Norte, abrangendo uma população de cerca de 1 milhão e 200 mil habitantes.
  • Os hospitais de São Francisco Xavier, em Lisboa, e de Cascais acolhem cada um, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER).

1990

  • Publicado o Decreto-Lei que institucionalizou o número 115 como Número Nacional de Socorro.
  • Os técnicos de telecomunicações de emergência passam a exercer funções no CODU, deixando os Médicos de atender chamadas e ativar os meios de emergência.
  • Entra em funcionamento uma Viatura Médica de Intervenção Rápida (VMIR) no eixo Amadora-Cacém.
  • Realizadas as 2ªs Jornadas de Emergência Médica, com o objetivo de aferir o trabalho desenvolvido desde 1980, no Sistema Integrado de Emergência Médica.
  • O INEM prestou apoio médico ao Grande Prémio de Portugal Fórmula 1, assim como à Reunião dos Ministros dos Negócios Estrangeiros da CEE e à Cimeira Luso-Espanhola.
  • O INEM apoiou o Governo da República de Cabo Verde aquando da visita do Papa João Paulo II ao país africano.

1989

  • Entra em funcionamento a primeira Viatura Médica de Emergência e Reanimação. Fica sediada em Lisboa, na Rua Infante D. Pedro.

1987

  • A ministra da Saúde, Leonor Beleza, inaugura o Centro de Orientação de Doentes Urgentes de Lisboa. As chamadas de emergência passam a ser atendidas por 23 médicos que encaminham cada caso 24 horas por dia.
  • Começa a funcionar o Subsistema de Transporte de Recém-Nascidos de Alto Risco.

1985

  • Planeado e lançado à experiência, na cidade de Lisboa, o Subsistema de Socorros de Emergência Médica a Recém-Nascidos de Alto Risco, que funcionava em colaboração com os Departamentos de Cuidados Intensivos de Pediatria hospitalares.
  • Coube ao INEM a proteção na área da saúde a todas as visitas oficiais ao país. Destacam-se das individualidades a rainha de Inglaterra, Isabel II, e o Presidente dos Estados Unidos da América, Ronald Regan.
  • Equipas do INEM acompanharam diversos eventos desportivos, tais como o Grande Prémio de Portugal - Fórmula 1, o Rally de Portugal e Rally do Algarve ou o Campeonato do Mundo de Motos de Fórmula 1.

1984

  • O INEM participa num simulacro no Aeroporto de Lisboa, no âmbito da prevenção de catástrofes, colaborando com o Serviço Nacional de Proteção Civil.
  • Cinco equipas médicas acompanham o Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1. Vestem fatos-macacos e bonés amarelos e deslocam-se em Volkswagen Golf. O INEM apoia também o Rally Vinho do Porto.
  • O INEM passa a acompanhar comitivas de Chefes de Estado e outras entidades internacionais de visita a Portugal.

1983

  • Celebrado acordo com a Cruz Vermelha Portuguesa no que respeita à formação básica de socorrismo a corpos de Bombeiros que não fizessem parte do SIEM.
  • Participação do INEM em eventos internacional, como o Joint Civil Military Group/NATO ou na reunião de Consultores da Organização de Serviços de Emergência Médica no âmbito da Organização Mundial de Saúde.
  • Realizados spots publicitários na rádio e televisão sobre o então Número Nacional de Socorro, o 115.
  • Para além do Curso para Tripulante de Ambulância, o INEM organiza vários tipos de formação como forma de melhorar o sistema de socorro. Elementos da PSP e dos Bombeiros são abrangidos, num total de 1.496 participantes.
  • Sai o Número 0 da revista Emergência Médica, do INEM. Custa 50 escudos.

1982

  • É iniciado em março o primeiro “Curso para Tripulantes de Ambulância”, com a duração de cinco semanas completas, sendo uma delas realizada na própria ambulância. Durante este ano foram realizados mais dois cursos deste tipo, para um total de 60 tripulantes.
  • Feita a cobertura em termos de Emergência Médica da visita do Papa João Paulo II a Portugal, no mês de maio.
  • Em junho é integrado no INEM o Centro de Informação Antivenenos (CIAV), criado em 1963 por iniciativa do médico Filipe Vaz e denominado na altura Centro SOS. Só no primeiro ano, a equipa de médicos que atende três linhas telefónicas recebe 10 904 chamadas, cerca de 30 por dia.
  • Durante este ano, foram celebrados acordos com a Polícia de Segurança Pública e o Serviço Nacional de Bombeiros e feitos os primeiros contactos com a Cruz Vermelha Portuguesa, com vista à implementação do Sistema Integrado de Emergência Médica.

1981

  • A 3 de agosto é criado o Instituto Nacional de Emergência Médica. O cardiologista Francisco Rocha da Silva assume a presidência da Instituição.
  • Estabelecidas as bases da colaboração dos corpos de Bombeiros no Sistema Integrado de Emergência Médica. Este acordo foi negociado com o Serviço Nacional de Bombeiros e a Liga dos Bombeiros Portugueses.
  • Realizados os primeiros cursos de formação em técnicas de Emergência Médica, dirigidos a médicos e enfermeiros, com colaboração de profissionais do estrangeiro.

A Estrela da Vida - Símbolo do INEM

Significado do Símbolo

A “Estrela da Vida” é composta de seis faixas tendo localizado no seu centro, ao alto, um bastão com uma serpente enrolada.

 

Porquê seis faixas e não um outro número qualquer? Pois bem, ela tem seis faixas e não mais nem menos, porque outras tantas são as fases que constituem um ciclo completo de ações em termos de Emergência Médica. Com efeito, enunciando-as de cima para baixo e segundo o movimento dos ponteiros do relógio, teremos:

Deteção

Alerta

Pré-socorro

Socorro no local do acidente

Cuidados durante o transporte

Transferência e tratamento definitivo

 

Quanto ao bastão com a serpente enrolada, colocado no centro da estrela, ele simboliza a saúde.

 

 

Propriedade do Símbolo

 

O símbolo azul “Estrela da Vida” foi adotado como “Marca Registada”, de acordo com o pedido do Departamento da Secretaria de Transportes Americana, datado de 26 de setembro de 1972 e dirigido ao Serviço de Marcas e Patentes. O Diretor das Marcas e Patentes registou o símbolo “Estrela da Vida” em nome da National Highway and Traffic Safety Administration (NHTSA), de que o DOT é um dos serviços, em 1 de fevereiro de 1977, segundo a Lei de Marcas de 1946 dos Estados Unidos da América.

 

Em fevereiro de 1977 o Diretor de Marcas e Patentes enviou ao Presidente da NHTSA o certificado de registo nº 1.058.022, considerando o símbolo “Estrela da Vida” como “Marca Registada”. O registo proporcionou ao Presidente da NHTSA exclusiva e legal autoridade para controlar o uso do símbolo “Estrela da Vida” através de todo o território dos Estados Unidos da América.

 

“Marca Registada” é uma marca usada em relação aos artigos ou serviços de uma ou mais pessoas para além do próprio proprietário da marca, a fim de certificar a origem regional ou outra, de material, processo de manufatura, qualidade, exatidão, ou outras características de tais bens ou serviços, ou que o trabalho ou labor dos bens ou serviços foi executado pelos membros de uma união, associação ou outro qualquer tipo de organização.

 

Portugal, através do Serviço Nacional de Ambulâncias, solicitou em 3 de março de 1977 o registo do símbolo “Estrela da Vida” para uso exclusivo da emergência médica ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), com base na autorização do Governo expressa pelo então Ministro da Defesa Nacional. Sobre o pedido de registo recaiu, em 16 de fevereiro de 1981 o despacho favorável do Diretor do referido Instituto.

 

Deste modo, a partir daquela data, o símbolo “Estrela da Vida” encontra-se registado no Serviço de Marcas do INPI sob o nº 3911, a favor do Serviço Nacional de Ambulâncias (1) que detém consequentemente direito ao seu uso exclusivo e proteção absoluta por parte do Serviço de Marcas, a todos os níveis.

 

(1) Ao abrigo do nº 1 do Artigo 59º do Decreto-Lei 234/81 de 3 de Agosto, tal registo transitou a favor do Instituto Nacional de Emergência Médica.

 

 

Normas para a Utilização da Estrela da Vida

 

A “Estrela da Vida” será usada não só em veículos inseridos no Sistema de Emergência Médica indicando-se assim estarem de acordo com as normas do INEM, como por diverso pessoal para certificar a sua preparação adequada e, ainda, em mapas e sinais de estrada para indicar a localização ou o acesso a serviços de cuidados médicos de emergência qualificados.

 

O seu uso não autorizado pelo INEM será passível de procedimento legal, segundo as normas em vigor no território português.

 

Como qualquer “Marca Registada”, a “Estrela da Vida” deve ser sempre acompanhada dum R maiúsculo circundado por um círculo, isto é, do sinal. Este sinal deve aparecer sempre ligado à “Estrela da Vida” em todas as suas aplicações, entre a 3ª e 4ª faixas.

Nos casos em que a aplicação conste apenas da “Estrela da Vida” sem qualquer superfície adjacente ou área de cercadura (por exemplo, um emblema de lapela) o sinal de “Marca Registada” aparecerá no reverso da estrela.

 

O INEM concederá autorização para o uso da “Estrela da Vida”, sempre por escrito, nos seguintes casos:

  1. Para identificar os veículos inseridos no Sistema de Emergência Médica desde que se encontrem de acordo com os critérios adotados pelo INEM;

 

  1. Para identificar o equipamento e material instalado e de uso nos veículos identificados no número anterior;

 

  1. Para indicar a localização de serviços médicos de emergência;

 

  1. Para indicar o acesso a serviços médicos de emergência;

 

  1. Como divisas a serem utilizadas somente por pessoal que tenha completado e sido aprovado nos cursos de formação técnica do INEM. As divisas serão uma “Estrela da Vida” em azul sobre um quadrado branco ou num fundo redondo, ou ainda num fundo em forma de escudete. As letras ou palavras identificadoras da função devem ser bordadas sobre barras, presas separadamente ao fardamento;

 

  1. Em artigos pessoais do Sistema de Emergência Médica, tais como braçadeiras, emblemas de lapela, placas, fivelas, placas identificadoras, etc., aprovados e distribuídos pelo INEM;

 

  1. Em material impresso da responsabilidade do INEM, tais como livros, desdobráveis, cabeçalhos de cartas, planos, manuais, relatórios, publicações, etc.;

 

  1. Os veículos mencionados em 1 só poderão usar o símbolo “Estrela da Vida” desde que possam garantir que a sua tripulação se encontre devidamente habilitada como se indica no número 5.

 

 

Normas para a Execução da Estrela da Vida

 

  1. Para as ambulâncias inseridas no Sistema de Emergência Médica e autorizadas a usar o símbolo “Estrela da Vida” este terá o especto:

 

imagem

 

Com as dimensões:

Comprimento da faixa ……………………………………………………………… 40,5 cm

Largura da faixa …………………………………………………………………………. 10 cm

Comprimento da vara ………………………………………………………………. 31,5 cm

Quadrado branco onde assenta a “estrela” ………………………… 50 cm de lado

 

Os braços da “estrela” formam entre si ângulos de 60º.

 

O sinal de marca registada ® deverá ter um círculo de diâmetro igual a ¼ da largura da faixa. A letra ® nunca deve tocar o círculo.

 

  1. Para distintivos (emblemas de lapela), as dimensões da “Estrela da Vida”, que deverá ser recortada, são as seguintes:

 

imagem (frente e costas)

 

Com as dimensões:

Comprimento da faixa ……………………………………………………………… 1,90 cm

Largura da faixa ………………………………………………………………………. 0,50 cm

Comprimento da vara ………………………………………………………………. 1,50 cm

Cercadura prateada (espessura) ………………………………………………… 0,05 cm

 

  1. Para outros usos as dimensões são facultativas, mas sempre proporcionais às indicadas para as ambulâncias.

 

  1. Nunca poderão ser sobrepostas quaisquer letras sobre a “Estrela da Vida”.

 

  1. A cor da “Estrela da Vida” será sempre o azul da Prússia.

 

  1. O símbolo “Estrela da Vida” quando usado como sinalização rodoviária deverá ter as cores invertidas, ou seja, o azul passará a branco e o branco a azul.

 

  1. Nas ambulâncias o símbolo “Estrela da Vida” terá a localização seguinte:
  • uma estrela colocada a meio de cada um dos seus lados;
  • uma estrela na parte traseira;
  • uma estrela centrada no tejadilho;

 

A palavra ambulância levará uma “Estrela da Vida” em cada extremo e do tamanho das letras.

 

  1. O símbolo “Estrela da Vida” poderá ser inserido em fundos quadrados e circulares, desde que obedeçam às normas atrás indicadas quanto a dimensões.

 

  1. As barras separadas do símbolo onde se inserirão as unções de formação técnica do pessoal são retangulares com lado maior igual ao lado do quadrado cercadura da estrela ou, caso a cercadura seja circular, igual ao seu diâmetro. O lado menor será 1/7 do valor do maior. O seu fundo será branco com cercadura azul.

 

  1. Ainda se poderá admitir o símbolo “Estrela da Vida” sob a forma de escudete. Pode seguir a respetiva construção através da brochura “A Estrela da Vida – Símbolo do INEM” página 16 a 19.

 

 

Download de documentos:

 

Logótipo INEM (Ficheiro)

Donwload ZIP

 

Catálogo de Normas do Logótipo (Folheto)

Donwload PDF

 

A Estrela da Vida – Símbolo do INEM (Brochura)

Donwload PDF