Conselho Diretivo

 

Presidente do Conselho Diretivo

Luís Alberto Rodrigues Alves Meira

 

Despacho 9467-A/2016 de 22 de julho

Despacho de nomeação do Presidente do Conselho Diretivo do INEM, I.P.

 

 

Vogal do Conselho Diretivo

Paulo Jorge Espiga Alexandre

 

Despacho 2844/2017 de 5 de abril

Designa, em regime de substituição, para exercer o cargo de Vogal do Conselho Diretivo do INEM, I.P.

 

 

Estatuto remuneratório dos dirigentes da Administração Pública

Consulte aqui o site da DGAEP com informação sobre o Estatuto Remuneratório.

A estes valores aplica-se redução remuneratória consagrada Lei do Orçamento de Estado.

Presidente do Conselho Diretivo

 

Luís Alberto Rodrigues Alves Meira

Nasceu em Aveiro, no dia 9 de junho de 1967

 

 

Formação académica

Licenciatura em Medicina pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar.

 

Assistente Hospitalar de Anestesiologia.

 

Competência em Emergência Médica conferida pela Ordem dos Médicos.

 

 

Experiência profissional

De novembro de 2013 a outubro de 2015, nomeado Diretor do Departamento de Formação em Emergência Médica do INEM, I.P..

 

De maio de 2012 até novembro de 2013, nomeado, em regime de substituição, Diretor do Departamento de Formação em Emergência Médica do INEM, I.P..

 

De março de 2009 até 28 de maio de 2012, nomeado Diretor da Delegação Regional do Porto do INEM, I.P. sendo que desde janeiro de 2008 até março de 2009, exercia as funções de Responsável da mesma Delegação.

 

Em 2009 foi nomeado Coordenador Nacional do SHEM (Serviço de Helicópteros de Emergência Médica).

 

Entre 2005 e 2009 integrou a Comissão de Acompanhamento da “Desfibrilhação Automática por Não Médicos” da Ordem dos Médicos.

 

Entre 2001 e 2010 exerceu as funções de Coordenador do Centro de Formação do Porto do INEM, I.P., que acumulou com as funções de Coordenador do CODU Porto entre 2005 e 2006.

 

Em 1999 inicia funções como Assistente Eventual no Hospital Senhora da Oliveira de Guimarães, integrando o quadro do referido hospital em fevereiro de 2000, como Assistente Hospitalar de Anestesiologia.

 

Entre 1997 e 1999 integrou a Direção da Delegação do Norte do INEM, I.P., tendo sido Responsável pela área do Socorro Não Medicalizado e pelo Serviço de Proteção à Saúde de Altas Individualidades.

 

 

Outras atividades relevantes

Professor Auxiliar Convidado da Faculdade de Medicina do Porto.

 

Formador dos Cursos “Fundamentals of Disaster Management”, da SCCM (Society of Critical Care Medicine), ministrados em Portugal pela SPCI (Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos).

 

Realização de diversas palestras e comunicações em reuniões científicas e congressos.

 

Colaboração regular em pós-graduações e mestrados na área da Emergência Médica e Catástrofe.

 

Participação na organização de vários dispositivos de apoio médico, com destaque para o EURO 2004 e o EURO 2005 (Sub21).

 

Integrou e, em alguns casos chefiou, várias missões do INEM, I.P. no território nacional e no estrangeiro, destacando-se a missão na República da Guiné-Bissau, em 2015, tendo chefiado a primeira e a terceira equipas.

 

Integrou a Comissão Organizadora dos I e II Congressos Nacionais de Emergência Médica, realizados pelo INEM, I.P. em 2009 e 2010.

 

Integrou as Comissões Científicas das II Jornadas de Emergência Pré-hospitalar do Norte e das II Jornadas de Emergência Pré-Hospitalar da Região Autónoma da Madeira.

Vogal do Conselho Diretivo

 

Paulo Jorge Espiga Alexandre
Nasceu em Almada, no dia 22 de março de 1975

 

 

Formação Académica
GESAGE – Curso de Alta Direção em Gestão de Unidades de Saúde para Gestores. Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas.
PADIS – Programa de Alta Direção de Instituições de Saúde – AESE – Escola de Direção e Negócios.

 

Programa Avançado de Gestão para Diretores Executivos dos ACES – Instituto Nacional de Administração, I. P.

 

Diplomado em Administração Hospitalar pela Escola Nacional de Saúde Pública – Universidade Nova de Lisboa.

 

Licenciado em Geografia e Planeamento Regional, variante Geografia Humana, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

 

 

Experiência Profissional
Exerceu, entre 15 de fevereiro de 2016 e 31 de março de 2017, as funções de Presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano, EPE.

 

Exerceu funções de Diretor Executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Arco Ribeirinho, entre 1 de dezembro de 2013 e 14 de fevereiro de 2016.

 

Exerceu funções de Diretor Executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Litoral, entre fevereiro de 2009 e setembro de 2012.

 

Trabalhou entre maio de 2007 e fevereiro de 2009 na Administração Central do Sistema de Saúde, com responsabilidades de coordenação das áreas da contratualização pública de serviços de saúde (Convenções) e da Gestão Integrada da Doença.

 

Trabalhou entre dezembro de 2005 e maio de 2007 na Direção Saúde Santa Casa – Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, onde desempenhou as funções de Assessor.

 

Trabalhou entre julho de 2004 e dezembro de 2005 no Hospital do Litoral Alentejano, onde desempenhou funções de Administrador Hospitalar.

 

Trabalhou entre agosto de 2003 e julho de 2004 na Maternidade Dr. Alfredo da Costa, onde desempenhou funções de Administrador Hospitalar.

 

Trabalhou entre setembro de 1998 e agosto de 2003 na Geoideia – Estudos de Organização do Território, Lda.

 

 

Outros Elementos
Leciona enquanto preletor convidado, na Escola Nacional de Saúde Pública, sessões de formação de Contratualização e Financiamento em Saúde e Gestão Integrada da Doença.

 

Foi membro da Direção da Associação Portuguesa de Desenvolvimento Hospitalar (APDH).

 

Membro da comissão organizadora do “Prémio de boas práticas em saúde”.

 

Integrou em 2008, por nomeação do Senhor Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, o grupo de trabalho encarregue da revisão do regime de aquisição de serviços de saúde por parte do Serviço Nacional de Saúde.

 

Foi entre março de 2008 e fevereiro de 2009, por nomeação do Senhor Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, representante da Administração Central do Sistema de Saúde na Comissão Nacional de Acompanhamento de Diálise.