06-11-2017

Gestos que Salvam! – Como avaliar o Estado de Consciência?

Os acidentes e as doenças súbitas acontecem quando menos se espera, sendo uma mais-valia estar preparado para atuar. É por isso importante saber abordar uma vítima e avaliar o seu estado de consciência.

 

Perante qualquer situação de emergência, antes de se aproximar da vítima, deve confirmar se existem condições de segurança no local, para si e para a vítima. Havendo condições de segurança, aproxime-se e verifique se a vítima responde.

 

Para tal, abane suavemente os ombros.
• Se a vítima responde significa que está consciente. Tente perceber o que se passou e se necessário ligue 112.
• Se a vítima não responde, considere que está desmaiada.
Caso a vítima não responda, precisa saber se ela respira. Para avaliar se uma vítima respira deve Ver se o tórax expande, Ouvir a passagem de ar e Sentir a expiração na face.

 

Siga estes passos:
• Coloque uma mão na testa e dois dedos da outra mão no queixo da vítima, provocando uma ligeira extensão da cabeça. Este gesto melhora a passagem do ar para os pulmões.
• Coloque o seu ouvido perto da boca e nariz da vítima e olhe para o peito dela. Preste atenção a sons de respiração, se sente o ar da respiração no seu rosto e se observa os movimentos respiratórios do peito da vítima. Faça isto durante 10 segundos.

 

Se respira normalmente:
Se indicado, coloque a vítima em Posição Lateral de Segurança, avalie a situação e ligue 112.

 

Se não respira normalmente:
Ligue 112 e inicie manobras de Suporte Básico de Vida (reanimação).

 

A Emergência Médica começa em Si!
Colabore com o INEM. Juntos, podemos salvar vidas!

imagem do post do Gestos que Salvam! – Como avaliar o Estado de Consciência?
Voltar