10-08-2017

INEM inicia renovação da Frota de Ambulâncias colocadas em Postos de Emergência Médica

O INEM deu início à renovação da sua frota de ambulâncias colocadas nos designados Postos de Emergência Médica, melhorando assim as condições de operacionalidade do Sistema Integrado de Emergência Médica.

 

O investimento a realizar é de dois milhões de euros, destinados a subsidiar integralmente a compra de 41 novas ambulâncias de socorro.

 

Uma ambulância de socorro é muito mais do que uma viatura sobre quatro rodas: é na realidade um instrumento para salvar vidas, já que se espera que o tratamento às vítimas de acidente ou doença súbita comece ainda antes da chegada à unidade de saúde, ou seja, no local da ocorrência e na célula sanitária da ambulância. Tendo em conta esta realidade, o INEM deu já inicio ao processo de renovação das ambulâncias colocadas nos designados Postos de Emergência Médica (PEM).

 

Os PEM funcionam em corporações de bombeiros que têm protocolo com o INEM para dar resposta a emergências médicas pré-hospitalares. Para o efeito dispõem de uma ambulância de socorro do Instituto, disponível 24 horas por dia para dar resposta aos pedidos de socorro recebidos via Número Europeu de Emergência – 112.

 

Relembra-se que no passado dia 28 de julho foram assinados 17 protocolos para constituição de Postos de Emergência Médica com Corpos de Bombeiros dos concelhos onde ainda não existia qualquer PEM, concluindo o plano do Instituto para dotar todos os 278 concelhos de Portugal continental com uma ambulância do INEM.

 

Atualmente o INEM tem 316 ambulâncias em funcionamento em PEM, apresentado a frota necessidade de renovação. Deste modo, o INEM vai proceder à assinatura de 41 protocolos com Corpos de Bombeiros para a aquisição de outras tantas ambulâncias de socorro, ainda em 2017, substituindo as ambulâncias mais antigas.

 

O plano do INEM para a renovação da frota de ambulâncias dos PEM prevê ainda que se proceda à substituição de 75 ambulâncias em cada ano entre 2018 e 2021, altura em que a frota de ambulâncias se encontrará totalmente renovada. Trata-se assim de uma importante iniciativa do INEM e que marca também uma nova forma de aquisição das ambulâncias: ao invés de ser o Instituto a comprá-la, a ambulância será adquirida diretamente pelo Corpo de Bombeiros.

 

O INEM pagará uma verba de 50 mil euros para a aquisição, manutenção e seguro de cada uma das ambulâncias. E a partir do primeiro ano de vida irá igualmente subsidiar as despesas de manutenção, reparações e seguro.

 

As vantagens desta nova metodologia, acordada com a Liga dos Bombeiros Portugueses e com a Autoridade Nacional de Proteção Civil, são:

  • aquisição mais rápida de ambulâncias, estimada em dois a três meses, garantindo-se a renovação mais célere da frota;
  • racionalização de custos, dado que as entidades parceiras do SIEM podem adquirir ambulâncias por um custo menor, seja porque têm um regime de IVA mais baixo do que aquele que é aplicado ao INEM (atualmente 6%, face à taxa de 23% aplicada ao INEM), seja porque é expectável que tenham acesso a condições negociais mais favoráveis pois conseguirão desenvolver o processo de aquisição mais rapidamente;
  • reforço da cooperação com os parceiros do SIEM;
  • aumento da responsabilização das entidades que operam os PEM na manutenção das ambulâncias, dado que as mesmas são propriedade dessa entidade.

 

Assim, o INEM vai investir mais de dois milhões de euros já em 2017, subsidiando a 100% a aquisição destas 41 ambulâncias e respetivo equipamento.

 

As entidades às quais o Instituto propôs a renovação das ambulâncias segundo esta nova metodologia, foram as seguintes:

  • BV CADAVAL;
  • BM ALCANENA;
  • BV SINTRA;
  • BV MOREIRA DA MAIA;
  • BV BARREIRO;
  • BV BELMONTE;
  • BV ANSIÃO;
  • BV BELAS;
  • BV PONTE DA BARCA;
  • BV LEÇA DO BALIO;
  • BV ALCOENTRE;
  • BV OLIVEIRA DE AZEMÉIS;
  • BV CELORICO DE BASTO;
  • BV CELORICO DA BEIRA;
  • BV ALVERCA;
  • BV CANTANHEDE;
  • BV MONCORVO;
  • BV CALDAS DA RAINHA;
  • BV RIO MAIOR;
  • CBS GAIA;
  • BV SATÃO;
  • BV BARCARENA;
  • BV PINHAL NOVO;
  • BV AVINTES;
  • BV VILA FRANCA DE XIRA;
  • BV VILA POUCA DE AGUIAR;
  • BV SÃO JOÃO DA PESQUEIRA;
  • BV PENELA;
  • BV GÓIS*;
  • BV BATALHA;
  • BV FUNDÃO;
  • BV ÁGUEDA;
  • BV AVEIROS VELHOS;
  • BV PORTO;
  • BV TONDELA;
  • BV FIGUEIRÓ DOS VINHOS*;
  • BV PAÇOS DE FERREIRA;
  • BV MONCHIQUE;
  • BV REBORDOSA;
  • BV MONÇÃO;
  • BV ARRUDA DOS VINHOS

* Protocolo já assinado

 

De modo a identificar as ambulâncias adquiridas com esta nova metodologia e reconhecer o relevante papel dos parceiros do INEM no âmbito do SIEM, as ambulâncias dos PEM renovadas segundo este novo modelo vão ter um design ligeiramente diferente. Embora mantendo todas as características técnicas e um visual que as identifique como sendo “INEM” (cor RAL 1016), irão incorporar alguns elementos diferenciadores associados aos bombeiros.

imagem do post do INEM inicia renovação da Frota de Ambulâncias colocadas em Postos de Emergência Médica
Voltar