18-05-2017

Balanço da Operação Fátima 2017

O INEM prestou assistência médica pré-hospitalar a 358 pessoas no âmbito da Operação Fátima 2017.

 

Destas, 247 (69%) foram transportadas para o Hospital de Campanha e Posto Médico Avançado do INEM, 72 (20%) foram evacuadas para Unidades Hospitalares após a intervenção dos meios de emergência do INEM no local (20%), incluindo dois doentes evacuados por helicóptero para os Hospitais de Abrantes e de Santa Maria, em Lisboa, e em 39 doentes (11%) não se mostrou necessário o transporte após intervenção no local das equipas de emergência médica pré-hospitalar.

 

Ao nível da gravidade dos doentes assistidos pelo INEM, 17(5%) são considerados emergentes, 33 (9%) urgentes e 308 (86%) pouco urgentes, onde se incluem 88 doentes que receberam apoio psicológico do INEM.

 

Para a Operação Fátima 2017, o INEM constituiu um Núcleo Técnico de Emergência Médica que funcionou no Posto de Comando de Operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC); ativou a sua Sala de Situação Nacional que passou a gerir todas as chamadas de emergência médica com origem em Fátima e localidades limítrofes assim como os meios do sistema integrado de emergência médica; montou um Hospital de Campanha que assegurou a admissão e triagem dos doentes, a sua estabilização, o atendimento de doentes em ambulatório, urgentes e emergentes; montou um Posto Médico Avançado e constituiu grupos de reforço estratégicos posicionados ao longo do recinto do Santuário de Fátima que operacionalizaram 2 helicópteros, 10 Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação, 3 Ambulâncias de Suporte Imediato de Vida, 11 Ambulâncias de Emergência Médica, 2 Viatura de Intervenção em Catástrofe e 8 Motociclos de Emergência Médica.

 

A Operação Fátima 2017 contou com o empenho, ao nível dos recursos humanos, de 136 profissionais do INEM, entre Médicos, Enfermeiros, Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar, Psicólogos, Farmacêuticos, elementos de coordenação, logística, informática e telecomunicações.

 

No âmbito da visita de Sua Santidade o Papa Francisco a Portugal, o INEM integrou o Dispositivo de Operações e Socorro da ANPC, composto por Bombeiros e Cruz Vermelha Portuguesa, que no total assistiu 1539 peregrinos. Ao INEM coube a responsabilidade de coordenar todas as atividades de saúde em ambiente pré-hospitalar, a triagem e evacuações primárias e secundárias, a referenciação e transporte para as unidades de saúde adequadas, bem como a montagem do seu Hospital de Campanha e Posto Médico Avançado. Foi ainda sua a responsabilidade de executar a triagem e apoio psicológico a prestar às vítimas no local da ocorrência com vista à sua estabilização emocional e garantir todas as missões solicitadas pela ANPC. O INEM coordenou, de igual modo, todas as ações de proteção e de acompanhamento de altas individualidades, incluindo do Santo Padre, integrando os respetivos dispositivos de segurança.

 

O INEM considera que o dispositivo de emergência médica preparado para as Comemorações do Centenário das Aparições de Fátima respondeu com competência, rapidez e eficiência a todas as solicitações.

imagem do post do Balanço da Operação Fátima 2017
Voltar